Ação na Praia de Camburi chama a atenção para número de mortes no trânsito no Espírito Santo

Foto: Divulgação

Folha Vitória

Folha Vitória Folha Vitória

Uma intervenção urbana realizada pelo Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES), na Praia de Camburi, em Vitória, instalou 467 lápides que representam a quantidade de mortes de trânsito no Espírito Santo de janeiro até julho deste ano. A ação teve início na manhã desta quarta-feira (18) e segue até domingo (22).

As lápides possuem mensagens alusivas às principais causas das vidas perdida. O manifesto marca o início da Semana Nacional de Trânsito e tem o intuito de mobilizar a sociedade para a necessidade de ter mais consciência ao se deslocar pelas vias.

De acordo com relatório do Observatório de Segurança Pública do Espírito Santo, 467 pessoas morreram no Estado em decorrência de acidentes em vias urbanas e rurais nos sete primeiros meses deste ano. Deste total, 229 são motociclistas. Os dados ainda mostram que os municípios da Serra, Cachoeiro de Itapemirim, Linhares, Vitória e Vila Velha lideram este ranking e que a maioria desses acidentes fatais ocorreram nos finais de semana.

A intervenção urbana está em exibição na altura do Clube dos Oficiais. Perto das lápides, está afixado um totem explicativo que a pessoa pode acessar, por meio de um leitor de QR Code, o vídeo da campanha publicitária do Detran|ES sobre a Semana Nacional de Trânsito e a chamada para a hashtag da campanha nas redes sociais: #BastaDeMortesNoTrânsito.

Semana Nacional de Trânsito (SNT)

Com previsão estabelecida por meio do Código de Trânsito Brasileiro, a Semana Nacional de Trânsito acontece anualmente no período compreendido entre 18 e 25 de setembro.

O objetivo da SNT é conscientizar a sociedade com vistas à internalização de valores que contribuam para a criação de um ambiente favorável ao atendimento de seu compromisso com a “valorização da vida” focando o desenvolvimento de valores, posturas e atitudes, no sentido de garantir o direito de ir e vir dos cidadãos.

No período, irão ocorrer palestras educativas em escolas, ações sociais, operações de fiscalização Força pela Vida, instituições de ensino, desde o ensino infantil até o nível superior, bem como palestras em empresas privadas, participação em eventos como o Reconecta, passeios ciclísticos, dentre outros.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: