Aeroporto de Viracopos registra queda no número de importações e exportações


Concessionária atribuiu situação à queda do Produto Interno Bruto (PIB) nacional e regional. Terminal está em recuperação judicial e vive indefinição sobre futuro. Terminal de cargas no Aeroporto Internacional de Viracopos
Reprodução/EPTV
O Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), registrou queda no número de importações e exportações no acumulado dos nove meses do ano, em comparação com o mesmo período do ano passado. Os dados são da concessionária Aeroportos Brasil, que administra a estrutura. De acordo com o balanço, de janeiro a setembro deste ano o Terminal de Cargas do aeroporto exportou 47,1 mil toneladas, enquanto no mesmo período de 2018 a movimentação para fora do Brasil foi de 84,1 mil toneladas. A redução foi de 27,1%. Já nas importações, a queda foi de 14,4%. Nos nove meses de 2019, o Aeroporto de Viracopos recebeu 86,8 mil toneladas de carga, contra 136,2 mil de janeiro a setembro do ano passado. Segundo os dados da concessionária Aeroportos Brasil, o valor consolidado das remessas expressas também caíram 11,6% e passaram de 6 mil para 4 mil toneladas em um ano. A concessionária Aeroportos Brasil informou que a diminuição do volume de cargas está diretamente ligada à queda do Produto Interno Bruto (PIB) nacional e regional. Além disso, a redução no potencial de investimento das indústrias, que gerou o maior número de demissões dos últimos sete anos em agosto na região de Campinas, também contribuiu para a mudança. Indefinição
O aeroporto vive uma situação de indefinição em relação ao futuro. Em recuperação judicial, a concessionária estuda a possibilidade de relicitação por conta de dívidas acumuladas durante os sete anos de concessão. Clique aqui e entenda em detalhes a crise do terminal. Veja mais notícias da região no G1 Campinas

%d blogueiros gostam disto: