Após semana mais quente da primavera, temperatura cai até 10 ºC na região de Campinas

Veja como fica a previsão do tempo para este fim de semana na região de Campinas

Veja como fica a previsão do tempo para este fim de semana na região de Campinas

Após termômetros terem ultrapassado os 35ºC na última semana, considerada a mais quente da primavera, segundo o Cepagri da Unicamp, a temperatura máxima terá queda de até 10ºC neste domingo (15), na região de Campinas (SP). O motivo é a aproximação de uma frente fria, que provocou grandes volumes de chuva no Sul do país.

Os ventos chegaram a 77 km/h no início da noite de sábado (14) e já começaram a mudar o cenário. A meteorologista Ana Ávila, do Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura, ressalta o aumento da nebulosidade e a possibilidade de chuva na região.

“A frente fria ficou vários dias parada no Sul, com muita chuva, e agora se desloca. Já está no sul de São Paulo e passa pelo estado ao longo de domingo, mudando o tempo”, explica.

Termômetro registrou máxima de 39ª durante a tarde no bairro Taquaral em Campinas (SP) (Foto: Reprodução/EPTV)Termômetro registrou máxima de 39ª durante a tarde no bairro Taquaral em Campinas (SP) (Foto: Reprodução/EPTV)

Termômetro registrou máxima de 39ª durante a tarde no bairro Taquaral em Campinas (SP) (Foto: Reprodução/EPTV)

Na tarde deste sábado, termômetros de rua chegaram a marcar 39ºC em Campinas, mas a meteorologista ressalta que não é uma temperatura oficial.

“O termômetro da estação meteorológica está protegido do sol e do vento. Se tem um termômetro no sol, ele vai registrar a temperatura lá no momento, mede aquela situação, mas não serve para ser representativo na região. Nas estações meteorológicas tem um controle de qualidade”, afirma Ana.

De acordo com o Cepagri, a máxima chegou a 34.6ºC às 15h deste sábado, com umidade relativa de 61,6%.

Sensações mudam com horário de verão

A chegada do horário de verão, que começa à 0h de domingo, afeta a hora em que as temperaturas máximas são registradas. Com isso a sensação de calor se prolonga mais.

“As temperaturas máximas no horário do sol ocorrem, mais ou menos, de 15h a 16h e vão para 17h. A noite demora mais para refrescar, fica com sensação de mais calor até mais tarde”, completa a meteorologista.

Economia ou gasto?

Horário de Verão provoca mudanças em estabelecimentos de Campinas

Horário de Verão provoca mudanças em estabelecimentos de Campinas

O horário de verão pode trazer economia de energia, mas, na contramão das concessonárias – como a CPFL que garante economia suficiente para abastecer 17,2 mil famílias por um ano -, há estabelecimentos que dependem mais da eletricidade nesta época e, consequentemente, pagam altos valores em suas contas no fim do mês.

É o caso das sorveterias, por exemplo, que passam mais tempo abertas para conseguir atender à demanda de clientes na primavera e em todo o verão. O abre e fecha de geladeiras e freezers lotados aumenta o consumo. O proprietário de uma sorveteria no distrito de Barão Geraldo, Diego Yaly confirma.

“Enquanto no inverno a gente fecha às 20h, agora a gente estende até às 22h, 23h. Fica o dia todo aberto”, afirma. Ele garante que o faturamento compensa.

Início do horário de verão 2017 (Foto: Arte/G1)Início do horário de verão 2017 (Foto: Arte/G1)

Início do horário de verão 2017 (Foto: Arte/G1)

Deixe uma resposta