BOLSONARO: QUASE UM VERDADEIRO MITO

O Brasil assistiu atônito à vil tentativa de assassinato do candidato à presidência da república, Jair Messias Bolsonaro, na tarde de ontem (06/09/2018).

Tudo foi muito rápido, conforme se observa nos vídeos que circularam pelo país e mundo, logo que o evento ocorreu. Como sempre, Bolsonaro anda rodeado por inúmeras pessoas por onde passa, exigindo muito dos seus seguranças, pois não se nega a tirar fotos com as pessoas que o tietam.

Imediatamente após o evento, já começaram a circular “teorias da conspiração” que indicavam a mão de partidos políticos ou grupos radicais de esquerda por trás do ocorrido.

Após a prisão do responsável, a polícia mineira iniciou suas investigações e, até o momento, nenhum complô foi detectado ou ao menos divulgado. Também, tal seria: burrice crônica de qualquer grupo ou partido que, diante da confirmada tendência latina de vitimização e criação de mártires, ousasse realizar tal empreitada, que poderá agregar mais apoio ao candidato, deixando os seus adversários em abismo mais profundo que o atual.

Desse triste fato, especulações políticas e sensacionalismo à parte, espera-se que o candidato se recupere logo, sem sequelas, e que o responsável pelo ato bárbaro seja exemplarmente punido. Do mesmo modo, esse episódio demonstra o risco de qualquer radicalismo político para quem o pratica e para o país.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: