Bombeiros descartam risco de 2ª barragem se romper na Bahia

Bombeiros em vistoria de barragem que estava com risco iminente de se romper

Bombeiros em vistoria de barragem que estava com risco iminente de se romper Divulgação/Governo do Estado da Bahia

Após vistoria realizada neste sábado (13), o Corpo de Bombeiros Militar e a Defesa Civil do Estado da Bahia descartaram o risco de rompimento de uma segunda barragem em Pedro Alexandre, a cerca de 435 km de Salvador.

Na quinta-feira (11), uma barragem se rompeu na cidade após fortes chuvas atingirem a região. O transbordamento atingiu o município vizinho Coronel João Sá. Juntas, as duas cidades têm aproximadamente 35 mil moradores.

Técnicos do Governo do Estado haviam orientado que 80 famílias deixassem suas casas, na noite da sexta-feira (12), por precaução, em razão do risco iminente desse segundo rompimento, no povoado de Boa Sorte.

Segundo o Corpo de Bombeiros, 400 pessoas estão desabrigadas e 1.500 desalojadas em decorrência da cheia do Rio do Peixe, que provocou o rompimento da  primeira barragem, chamada de Barragem do Quati.

O Governo do Estado informa que continua realizando ações nas cidades afetadas para dar assistência aos moradores.

“Todas as barragens e aquíferos da região estão sendo monitorados, com o apoio da atuação de 79 bombeiros militares. Além disso, a Defesa Civil está fazendo visitas técnicas em diversas ruas e verificando as casas atingidas, para avaliação de interdição ou condenação das estruturas físicas”, divulgou por meio de nota.

Imagens mostram cidade ilhada após rompimento de barragem:

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: