Brasileira morre atropelada durante férias com amigos na Alemanha

Maria Julia passava férias na Alemanha

Maria Julia passava férias na Alemanha Reprodução / Facebook

Uma brasileira de 29 anos morreu após ser atropelada em Berlim, capital da Alemanha, no último sábado (29), quando um carro invadiu uma calçada e atingiu cinco pedestres. Maria Julia Gabriel passava as férias com amigos e o namorado no país europeu.

Segundo a imprensa alemã, o veículo teria avançado o sinal vermelho e seguido em direção ao grupo. O motorista, um homem da Letônia, de 30 anos, fez o teste do bafômetro voluntariamente, chegou a ser detido, mas foi liberado após pagar fiança.

Filho de sócio de El Chapo revela suborno a segurança de presidente

Maria Julia teve morte cerebral após passar dois dias internada em um hospital local. Uma amiga da jovem, que também está entre os feridos, contou ao R7 que o acidente foi muito traumático para o grupo. A colega, que não quis se identificar, disse que estão todos muito abalados e que “não é um momento fácil pra nenhum dos envolvidos e para a família”.

Maria Julia nasceu em Guaxupé, no sul de Minas Gerais, mas morava em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo. Ela trabalhava como representante de um laboratório de exames clínicos. As causas do acidente ainda são investigadas.

Procurado pelo R7, o Itamaraty informou que a Embaixada brasileira em Berlim acompanha o estado dos brasileiros envolvidos no acidente. O órgão declarou, ainda, que está em contato com as famílias no Brasil, mas não especificou quantos são os brasileiros atropelados. Até a publicação da matéria, o consulado não havia divulgado informações sobre o translado do corpo.

Confira a íntegra da nota do Itamaraty:

“O setor consular da Embaixada do Brasil em Berlim foi acionado e acompanha a situação dos brasileiros envolvidos no acidente. Representante da Embaixada está em contato com os familiares no Brasil, bem como o hospital que atende os cidadãos brasileiros, para prestar a assistência consular cabível.

Em respeito à privacidade da nacional e em atenção à Lei de Acesso à Informação, não serão fornecidas informações de cunho pessoal sobre o caso.”

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: