Britânico recebe alta de hospital após envenenamento por Novichok

Morte de britânica é investigada como assassinato

Morte de britânica é investigada como assassinato Reuters

Charlie Rowley, um dos dois britânicos envenenados com o agente nervoso Novichok no mês passado, recebeu alta do hospital nesta sexta-feira.

O britânico, de 45 anos, sobreviveu. Mas Dawn Sturgess, de 44, namorada dele, morreu no último dia 8. Ambos foram contaminados pela substância tóxica Novichok, a mesma que envenenou, em março último, o agente duplo russo Sergei Skripal e sua filha Yulia, já recuperados.

A polícia trabalha com a hipótese de que o envenenamento de Rowley e Sturgess foi acidental, ao contrário da suspeita em relação ao incidente envolvendo Skripal e sua filha, que causou uma crise entre o Reino Unido e a Rússia, com expulsão de diplomatas de ambos os lados. França e Estados Unidos partiram em defesa do Reino Unido.

Segundo a principal linha de investigação, Rowley e Sturgess teriam exalado a substância ao entrarem em contato com um frasco contaminado.

De qualquer maneira, o fato está sendo investigado como assassinato, já que as autoridades britânicas consideram que o envenenamento de Skripal e da filha foi proposital, o que o Kremilin nega. Mais de 400 itens foram recuperados como parte da investigação.

Os dois casos de envenenamento ocorreram em locais próximos na Inglaterra, tanto que os quatro afetados foram tratados no Hospital Distrital de Salisbury.

Lorna Wilkinson, diretora de enfermagem do hospital, demonstrou satisfação com a alta de Rowley, em um comunicado.

“Tenho a satisfação de confirmar que hoje cedo Charlie Rowley recebeu alta hospitalar. Charlie passou por uma experiência terrível que a maioria de nós nunca poderia imaginar.”

Já o chefe de polícia de Wiltshire, Kier Pritchard, ao homenagear as equipes médicas e os policiais, descreveu o impacto que os últimos acontecimentos causaram na região.

“Os últimos meses tiveram um impacto sem precedentes em todos os serviços locais de emergência e agências parceiras e a resposta de todos foi excelente.”

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: