Casos de Dengue crescem 37% em 2018 e atingem 16 mil pessoas no ES

Foto: Reprodução/Pexels

Folha Vitória

Folha Vitória Folha Vitória

O verão chegou e a preocupação dos capixabas nesta época do ano vai muito além de procurar um bom lugar para se refrescar. Isso porque é justamente a estação mais quente do ano e as chuvas, comuns do período, que favorecem a reprodução do aedes aegypti. 

O ano mal começou e só na primeira semana, 25 pessoas contraíram dengue em Vitória. Entre 2017 e 2018, o número de casos da doença no estado sofreu um aumento de 37%, com registro de 16 mil casos e 16 óbitos. Em 2017, foram 11700 registros e 9 óbitos.

O Aedes aegypti também é o transmissor da chikungunya e durante o verão, o tempo de formação do mosquito pode cair pela metade. A prefeitura de Vitória realiza ações rotineiras de combate, como o fumacê, visitas aos imóveis e monitoramento das armadilhas e pede também ajuda da população para eliminar os focos. 

Como combater
– Não deixe água acumulada sobre a laje;

– Vire todas as garrafas com a boca para baixo, evitando o acúmulo de água dentro delas;

– Feche bem o saco de lixo e deixe-o fora do alcance de animais;

– Mantenha a caixa d’água bem fechada;

– Coloque no lixo todo objeto não utilizado que possa acumular água;

– Mantenha bem fechados tonéis e barris d’água;

– Troque a água dos vasos de plantas aquáticas e lave-os com escova, água e sabão uma vez por semana;

– Lavar semanalmente, principalmente por dentro, com escova e sabão, os utensílios utilizados para guardar água em casa, como jarras, garrafas, potes e baldes;

– Coloque o lixo em sacos plásticos e mantenha a lixeira bem fechada.

Sintomas
– A forma clínica clássica caracteriza-se pelos seguintes sintomas:

– Febre alta, com duração de 2 a 7 dias;

– Dor de cabeça;

– Dor no corpo e nas juntas;

– Dor atrás dos olhos;

– Manchas vermelhas pelo corpo.

Quem tem diagnóstico de dengue deve ficar atento ao surgimento dos sintomas a seguir:

– Dores fortes e contínuas na barriga;

– Vômitos persistentes;

– Sangramento por nariz, boca e gengivas;

– Sede excessiva e boca seca.

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: