Combate ao aedes: Médicos plantonistas participam de treinamento sobre dengue

Foto: Reprodução

Folha Vitória

Folha Vitória Folha Vitória

Hábitos da população é um dos principais motivos para o crescimento dos focos de dengue. 

Segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde, o Espírito Santo passou de 6.217 casos de dengue, de janeiro a outubro de 2017, para 8.152, no mesmo período em 2018. A incidência é de 203 casos para 100 mil habitantes, um aumento de 31% nos casos de dengue. Os especialistas alertam, as condições climáticas, lixos e suscetibilidade da população, são fatores que colaboram com esse aumento. 

Médicos que atuam como plantonistas na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Marbrasa, em Cachoeiro, têm compromisso importante nesta quarta-feira (9), à noite, na unidade básica de saúde do bairro Jardim Itapemirim. A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) realizará no local, a partir das 19h30, treinamento sobre o protocolo de atendimento a casos de dengue, zika vírus e febre chikungunya, doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti.

O tema vai ser apresentado aos participantes pelo médico Adriano Munhões Martins, clínico geral da Semus. “No encontro, será destacada a forma correta de agir tanto com pacientes com suspeita, quanto com aqueles com diagnóstico. São informações importantes para evitar agravamento de casos confirmados, principalmente aqueles que podem evoluir para óbitos”, explica Luciara Botelho, secretária municipal de Saúde.

População pode colaborar com medidas preventivas

Melhor do que remediar é prevenir. E combater o Aedes aegypti é mais fácil do que se imagina. De dentro de casa, os moradores de Cachoeiro podem fazer sua parte. 

Dicas

– Garrafas PET e de vidro devem ser embaladas e descartadas corretamente na lixeira, em local coberto ou de boca para baixo;

– Não deixe água acumular nas lajes. Mantenha-as sempre secas;

– Tampe os ralos com telas ou mantenha-os vedados, principalmente os que estão fora de uso;

– Deixe a tampa do vaso sanitário sempre fechada ou a vede com plástico;

– Mantenha a piscina sempre limpa. Use cloro para tratar a água e o filtro periodicamente;

– Atrás da geladeira existe um coletor de água. Lave-o uma vez por semana, assim como as bandejas do ar-condicionado;

– Limpe e nivele as calhas. Mantenha-as sempre sem folhas e materiais que possam impedir a passagem da água;

– Vede com cimento ou quebre todos os cacos de vidros no muro que possam acumular água;

– Guarde baldes e vasos de plantas vazios em local coberto, com a boca para baixo;

– Mantenha caixas de água, cisternas e poços fechados e vedados. Tampe com tela aqueles que não têm tampa própria;

– Potes com água para animais devem ser muito bem lavados com água corrente e sabão no mínimo duas vezes por semana;

– Mantenha pratinhos de vasos de plantas limpos e coloque areia até a borda;

– Entulho e lixo devem ser descartados corretamente. Guarde os pneus em local coberto ou faça furos para não acumular água;

– Mantenha a lixeira tampada e protegida da chuva. Feche bem o saco plástico.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: