Confira a receita do tradicional bolinho de frango de Itapetininga

Bolinho de frango é tradição na culinária de Itapetininga

Bolinho de frango é tradição na culinária de Itapetininga

O bolinho de frango é um prato típico da culinária de Itapetininga (SP). Ele é um salgado frito feito com farinha de milho e recheado com frango cozido desfiado.

O salgado pode ser encontrado em barraquinhas nas praças da cidade, em lanchonetes e nas festas tradicionais, como a junina e de igrejas. Ele tem formato oval e, por ser servido frito, é crocante por fora, mas com um recheio bem macio.

Tanto é o gosto do morador de Itapetininga pelo bolinho de frango que ele foi declarado como patrimônio cultural da cidade sob a Lei nº 4.982 de 3 de outubro de 2005.

O empresário José Lauri Camargo faz o bolinho de frango há mais de 25 anos e ensina como preparar a massa. Confira abaixo:

Receita é tradição em Itapetininga (Foto: Reprodução/TV TEM)Receita é tradição em Itapetininga (Foto: Reprodução/TV TEM)

Receita é tradição em Itapetininga (Foto: Reprodução/TV TEM)

Confira a receita:

Ingredientes:

  • 1kg de farinha de milho;
  • 5 colheres de polvilho azedo;
  • Caldo do cozimento do frango;
  • Bastante cheiro verde picado;
  • 2 peitos de frango (cozidos com temperos e caldo de galinha).

Modo de preparo:

1 – Com as mãos junte em uma bacia a farinha de milho moída, cheiro verde e pouca água. Acrescentar o caldo de frango fervente (o caldo usado no cozimento do peito de frango, ele deve estar temperado e sem a carne) e misturar vigorosamente até obter uma massa homogênea e macia.

2 – Deixar descansar por quatro horas e acrescentar o polvilho dissolvido em um copo de água, voltando a amassar para formar bolinhos. Rechear com o frango desfiado.

3 – Fritar em óleo bem quente, sem mexer, até dourar.

Salgado é feito com farinha de milho recheado com frango cozido (Foto: Reprodução/TV TEM)Salgado é feito com farinha de milho recheado com frango cozido (Foto: Reprodução/TV TEM)

Salgado é feito com farinha de milho recheado com frango cozido (Foto: Reprodução/TV TEM)

Deixe uma resposta