Corpo de motociclista morto durante temporal em Campinas é liberado pelo IML


Acidente aconteceu na Avenida Princesa D’Oeste, que estava alagada no momento. Previsão é de que o sepultamento seja às 16h, no Cemitério dos Amarais. O corpo do vigilante Maurílio Torres Peres, que morreu na tarde de quinta-feira (24) durante a chuva forte que atingiu a cidade de Campinas (SP) foi liberado pelo Instituto Médico Legal (IML) no fim da manhã desta sexta (25). O velório deve começar às 13h, no Cemitério dos Amarais, e a previsão de sepultamento é para as 16h.
Maurílio Torres Peres morreu após cair na enxurrada na Avenida Princesa D’Oeste em Campinas (SP)
Reprodução/Facebook
Ele morreu após cair da moto em que pilotava na Avenida Princesa D’Oeste. No momento do acidente, a via estava tomada pela água. O motociclista caiu da moto, colidiu com um caminhão e foi arrastado até o canteiro. Moradores da região registraram o momento em que uma pessoa tenta socorrê-lo. Os bombeiros foram acionados e tentaram reanimar a vítima por cerca de trinta minutos, mas ele não resistiu e morreu.
Bombeiros tentam reanimar motociclista que se afogou em enxurrada em Campinas (SP)
Reprodução/EPTV
Chuva esperada para uma semana
De acordo com a Defesa Civil, choveu 61 milímetros em uma hora e quarenta minutos, índice esperado para uma semana toda na cidade. Também foram registrados ventos de 73 km/h e cerca de 1285 raios, de acordo com o Grupo de Eletricidade Atmosférica do Insituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).
O secretário de Serviços Públicos Ernesto Paulella informou que as áreas mais afetadas foram as microbacias dos córregos São Fernando, Proença, Orosimbo Maia, Norte-Sul e Avenida Heitor Penteado, no entorno da Lagoa do Taquaral.
Cruzamento das ruas Barão de Jaguara e Conceição, no Centro, um dos lugares mais afetados pela chuva em Campinas (SP)
Reprodução/EPTV
Trabalhos de limpeza
De acordo com a prefeitura, a previsão é de que a limpeza total da cidade dure cerca de cinco dias, contando com o trabalho de 1200 pessoas entre reeducandos, profissionais tercerizados e funcionários da prefeitura.
Em toda a cidade estçao sendo realizados desde a manhã desta sexta serviços de limpeza da lama e resíduos sólidos das bocas de lobo, limpeza das cabeceiras de pontes sobre córregos, recolhimento de galhos e remoção das árvores que caíram.
Veja mais notícias da região no G1 Campinas.

%d blogueiros gostam disto: