Anúncios

De 1968 a 2018, de Paul McCartney à Anitta, com Luz Del Fuego e Cinequanon

Nem bem 2017 largou o osso e 2018 já nos chama pro confronto: pra rua pra chuva pra luta corrida do dia a dia. Na primeira semana de fevereiro, tem niver do Sarau da Maria. E enquanto o fim do mundo não chega, ‘O Bicho Pega’ e eu já preparo a letra de uma nova marchinha pro Bloco da Maria. Olha o Carnaval aí, galera! Meio janeiro é o tempo que temos pra organizar a festa. Nesse fim de ano, além de trabalhar (de plantão no Estadão), tomei ‘umas’, brindei com a família (tim-tim, seu Rey!) e até descansei. Algumas coisas interessantes que li e vi, comento aqui:

… … …

PAUL MCCARTNEY >>> No último dia do ano eu estava em casa, tocando violão, ouvindo uns sons e tomando uns goles. Aproveitei pra começar a ler (são mais de 800 páginas) a biografia do Paul McCartney, escrita pelo Philip Norman (que já escreveu a do John, que eu também li há uns anos atrás).

Tem um trecho em que o Paul quase vai pra cadeia e um repórter pergunta se ele sentiu medo: “Acho que tudo ia ficar bem, desde que eu pudesse levar meu violão comigo”. Ah, querido beatle… Como é bom poder tocar um instrumento, né? Eu pensava nisso enquanto compunha minha última canção do ano. Por isso, postei nas redes sociais: “desejo que alguma coisa bonita (sei lá o quê, um amor, talvez) salve a vida de vocês, como a música sempre salva a minha”. Parece bobeira, piada, afirmação exagerada ou apenas frase de efeito. Mas não é, acredite: é a mais pura verdade.

As deliciosas histórias do livro me levaram a dois filmes que pesquisei na rede, assisti na netflix e recomendo a você. Um, sobre os 50 anos do lançamento de ‘Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band’, disco que revolucionou a música mundial (e a moda, os costumes, o design & etc). O outro, sobre a carreira do beatle mais introspectivo, George Harrison (excelente documentário realizado pelo cineasta Martin Scorsese). Dê uma olhada nos vídeos, veja os filmes, ouça umas canções deles e devore os livros. Eu estou me divertindo com isso, porque 1968 ainda não acabou mas os Beatles jamais morrerão (ao menos aqui, em meu coração).

… … …

ZUENIR VENTURA >>> Pois é… Por falar na importância dos Beatles (e dos artistas em geral) na luta pela conquista de liberdades e na melhoria das relações sociais, li na Folha a entrevista com o jornalista e escritor Zuenir Ventura, autor de ‘1968, O Ano que Não Terminou’, livro em que aborda os movimentos pelas liberdades democráticas e direitos civis no mundo, ao mesmo tempo em que, no Brasil, uma ditadura militar fechava o Congresso e impunha o terror, ao prender, torturar e matar milhares de cidadãos (o próprio Zuenir ficou preso por três meses). No momento em que uma onda conservadora quer restringir direitos trabalhistas e individuais (entre outros), pregando a volta da censura e da ditadura, faz-se necessário pinçar duas ótimas frases de Zuenir, semelhantes às que este blog sempre repete em seus posts em defesa da democracia, na luta pela cidadania e pelo respeito à diversidade:

“Como legado dos anos sessenta ficaram pelo menos quatro movimentos importantes que nasceram ou se solidificaram em 68: os movimentos feminista, negro, gay e ecológico. E estes movimentos estão mais atuantes do que nunca.”

“No Brasil, ninguém se dizia de direita porque tinha vergonha. O conservadorismo está mais visível, nunca foi tão despudorado. Acabar com o comunismo foi fácil, o problema hoje no Brasil é acabar com o anticomunismo”

… … …

FRANCISCO EL HOMBRE >>> A canção “Triste, Louca ou Má”, da banda ‘Francisco, El Hombre’ (cujo belo clipe já postei várias vezes neste blog), entrou na trilha sonora da novela ‘O Outro Lado do Paraíso’, da Globo, e sua procura nas plataformas digitais instantaneamente disparou. Este blogueiro (e os demais defensores da diversidade musical), que sempre combate o jabá e os esquemas corruptos de negócios da indústria da música, costuma ouvir por aí que ‘os artistas alternativos são chatos’, ‘que não são populares’, ‘que complicam demais as melodias’, ‘que querem resolver os problemas sociais nas suas letras’, ‘que não sabem se comunicar com o povão’, que blablablá e não sei que lá… Sei, sei. Segundo pesquisa das próprias gravadoras, 75% das canções executadas no País nos dois últimos anos são de um único estilo, o chamado ‘sertanejo’. A verdade é que as pessoas consomem um único tipo de música porque é só esse tipo de música que lhes é oferecido. A diversidade é sempre saudável e bem-vinda. E esse papo de que a ‘mpb é muito cabeça’ já deu. Ou alguém aí acha bem simplesona essa letra?

TRISTE, LOUCA, OU MÁ

Triste, louca ou má
Será qualificada
Ela quem recusar
Seguir receita tal

A receita cultural
Do marido, da família
Cuida, cuida da rotina

Só mesmo rejeita
Bem conhecida receita
Quem não sem dores
Aceita que tudo deve mudar

Que um homem não te define
Sua casa não te define
Sua carne não te define
Você é seu próprio lar

Que um homem não te define
Sua casa não te define
Sua carne não te define

Ela desatinou
Desatou nós
Vai viver só

Eu não me vejo na palavra
Fêmea: alvo de caça
Conformada vítima

Prefiro queimar o mapa
Traçar de novo a estrada
Ver cores nas cinzas
E a vida reinventar

E um homem não me define
Minha casa não me define
Minha carne não me define
Eu sou meu próprio lar

Ela desatinou
Desatou nós
Vai viver só
… … …

ANITTA >>> Não é minha praia (nem a deste blog) abordar (nem criticar) canções que são tratadas como um produto planejado para o hiperconsumo, amparado por esquemas monumentais de divulgação e execução. Mas, no final do ano, eu soube que a música “Vai, Malandra”, lançada pela cantora brasileira Anitta, foi a quarta mais ouvida no Youtube. Não sei quais são as três primeiras, mas, após perceber a intensa discussão no Facebook sobre suas supostas estrias e seu suposto feminismo (confesso que não reparei em nenhum dos dois), fui lá e me tornei um dos milhões que clicou pra ver o clipe. Já não me recordo muito da música, que entrou por uma orelha e saiu pela outra, mas achei a Anitta gostosa pra caramba. Ainda mais ‘brincando com o bum-bum’. Se essa for a razão de tantos cliques, tá mais do que compreendido o ‘entusiasmo’ da audiência. Não discuto os muitos talentos (alguns óbvios) de Anitta e de seus produtores, seguindo os passos (e o rebolado) de Shakira na trilha de sucessos criada pela indústria americana com Rihanna e Beyoncé. Nem é necessário por o link do clipe aqui porque, afinal, o mundo inteiro já viu (quarta colocada no Youtube!). Mas, assim como fiz com “Feia, Louca ou Má”, posto a íntegra da longa letra de Anitta (feat. Mc Zaac, Maejor, Tropkillaz, DJ Yuri Martins). De Paul até Anitta, de 1968 até você: curte aí e conclua (sei lá o quê):

VAI, MALANDRA

Vai malandra an, an
E ta louca, tu brincando com o bumbum
An, an tutudum an, an

Ta pedindo, an, an
Se prepara, vou dançar presta atenção
An, an tutudum an, an

Cê aguenta an, an
Se eu te olhar
Descer, quicar até o chão

Desce, rebola gostoso
Empina me olhando
Te pego de jeito
Só começar embrazando contigo
É taca, taca, taca, taca

Desço, rebolo gostoso
Empino te olhando
Te pego de jeito
Se começar embrazando contigo
É

Não vou mais parar
Cê vai aguentar

Vai malandra

Show me somethin
Brazilian baby u know I want ya
Booty big sit a glass on it

See my zipper put that a** on it
Hypnotized by the way you shake it
I can’t lie I’m tryna see you naked
Anitta baby I’m tryna Spank it
I can give it to u can u take it

Já tá louca, bebendo
Tão solta, envolvendo eu to vendo
Não Para não

Vai malandra an, an
E ta louca, tu brincando com o bumbum
An, an tutudum an, an

Vem malandra an, an
Eu tô louca, tô brincando com o bumbum
An

Vai malandra
Turn around and put it down on me baby

Vai malandra an, an
Eu tô louca, tô brincando com o bumbum
An, an baby

Desce, rebola gostoso
Empina me olhando
Te pego de jeito
Só começar embrazando contigo
É taca, taca, taca, taca

Desço, rebolo gostoso
Empino te olhando
Te pego de jeito
Se começar embrazando contigo
É

Não vou mais parar
Cê vai aguentar

Throw it back on me and Zaac
Make it clap yea I’m into that
Pullin trax yea I’m into that
From the back yea I’m into that
Big dog to the kitty cat
Young boss where the Millys at
In favela where it’s litty at
And the whole Brazil is feelin that

Já tá louca, bebendo
Tão solta, envolvendo eu to vendo
Não Para não

Vai malandra an, an
E ta louca, tu brincando com o bumbum
An, an tutudum an, an

Vai malandra an, an
Eu tô louca, tô brincando com o bumbum
An, an baby

… … …

CIA FOCUS DANÇA
‘CINEQUANON’, NO RIO

… … …

QUINTA-FEIRA A DOMINGO – 4 a 14 de janeiro – 19h … Cinequanon … A Focus Cia de Dança (de quem já falei aqui recentemente) apresenta seu mais novo espetáculo “Cinequanon“, com 80 referências a filmes do cinema mundial, de trilhas a figurinos, de cenas a títulos. Alex Neoral, diretor e coreógrafo da Cia, diz que partiu “de pontos distintos na construção: imagens de filmes sugeriram movimentos, títulos desenharam gestos e cenas. Foi uma grande mistura de referências que em alguns momentos aparecem mais claramente e em outros apontam uma atmosfera”.

Os espetáculos acontecem na Caixa Cultural Rio de Janeiro, à avenida República do Chile, 230 (Metrô e VLT: Estação Carioca), de quinta a domingo, dias 4, 5, 6 e 7, às 19h. Também na semana que vem, nos dias 11, 12, 13 e 14, no mesmo horário. Ingressos de R$10 a R$30. No dia 13, das 14h às 17h, o grupo oferece oficina gratuita para estudantes e profissionais da dança (enviar currículo até o dia 8 para focusciadedanca@gmail.com).

… … …

BANDA CIRILOAMÉM TOCA
NO BOUTIQUE VINTAGE

… … …

SEXTA-FEIRA – 5 de janeiro – 22h … CiriloAmém no Boutique VintageCiriloAmém é uma excelente banda da ZL que faz música urbana autoral, com influências de rock e psicodelia, além de dar nova roupagem a clássicos e ‘lados b’ da mpb. Com Rafael Cirilo (violão e voz), Katia Aqkino (voz), Sergio Basseti (baixo), Telo Ferreira (bateria) e Filipe Cirilo (guitarra). Entrada R$10 (vip até 20h). Na rua Padre Adelino, 949, quase em frente ao Sesc Belenzinho.

… … …

EDVALDO SANTANA
NO SESC ITAQUERA

… … …

DOMINGO – 7 de janeiro – 16h … Edvaldo e Banda – Sesc Itaquera … O guitarrista Edvaldo Santana apresenta repertório baseado em seu mais recente cd, “Só vou chegar mais tarde”, e também no novo trabalho gravado ao vivo, que está sendo lançado nas plataformas digitais, onde canta canções de álbuns anteriores. Na banda, os músicos que participaram das gravações: Claudio Faria no trompete, Ubaldo Versolato no sax tenor e clarinete, Eliezer Tristão na tuba e trombone, Luiz Waack na guitarra e banjo, Reinaldo Chulapa no baixo, Daniel Szafran no teclado, Ricardo Garcia na percusssão e Carneiro Sândalo na bateria. No Sesc Itaquera, no Parque do Carmo.

… … …

NOVOS CLIPES

… … …

Tenho acompanhado a produção de vários artistas e, na correria de assuntos e programações, nem sempre há chance de divulgá-los como merecem. Por isso, às vezes até repito alguns, para que mais gente tenha a oportunidade de ouvi-los. Nesta semana, tem três lançamentos: os clipes de Selma Fernands (que brilhou no The Voice) e do talentoso compositor maranhense Bruno Batista e o novo single da cantora e compositora Luma Aiub.

Recentemente, o Peixe Barrigudo fez um clipe lindo da nova composição de Victor Cali e Gabriel Peri, que posto novamente, assim como essa pérola de Thiago K e Gregory Haertel, com Thiago, Bruna Moraes e Isabela Moraes. Ouça, veja e viaje no som e na poesia dessas belas canções.

… … …

AGENDÃO

… … …

Eis aqui a agenda dos saraus para o seu findi, com fotos e vídeos (clique nas palavras em negrito para acessar os links e nos cartazes para ampliar a imagem e ler detalhes). Acompanhe também as muitas opções contidas na página da Agenda da Periferia. Informe-se, inconforme-se, atue e divirta-se!

… … …

QUINTA-FEIRA A DOMINGO – 4, 5, 6 E 7 de janeiro – 19h … Cinequanon … A Focus Cia de Dança apresenta seu mais novo espetáculo com 80 referências a filmes do cinema mundial. Na Caixa Cultural Rio de Janeiro, à avenida República do Chile, 230 (Metrô e VLT: Estação Carioca). Também na semana que vem, nos dias 11, 12, 13 e 14, no mesmo horário. Ingressos de R$10 a R$30. No Rio de Janeiro.

OFICINA >>> No dia 13, das 14h às 17h, o grupo oferece oficina gratuita para estudantes e profissionais da dança (enviar currículo até o dia 8 para focusciadedanca@gmail.com).

… … …

QUINTA-FEIRA – 4 de janeiro – 21h … Quebra Cuia Combo apresenta Baden Sambas … Grupo celebra os 50 anos do disco ‘Afro Sambas’, de Baden Powell. No repertório, Berimbau, Canto de Iemanjá, Canto de Xangô e O Astronauta, entre outras. Com Fernando Correa (guitarra), Daniel D’Alcantara e Rubinho Antunes (trompetes), Paulo Malheiros (trombone), Cesar Roversi, Cassio Ferreira e Josué dos Santos (saxofones), Fernando Correa (guitarra), Alberto Luccas (contrabaixo) e Rodrigo Digão Bras (bateria). No JazzB, à rua General Jardim, 43.

… … …

QUINTA-FEIRA – 4 de janeiro – das 23h30 às 6h … Xoroxangô na Gruta … Primeira roda que o grupo de chorinho promove no ano. Na Gruta Bar e Bilhares, à rua Major Quedinho, 112-A.

… … …

SEXTA-FEIRA – 5 de janeiro – 18h30 … Luiz Claudio na Casa Fórum … O cantor e compositor Luiz Cláudio de Santos apresenta clássicos do samba e da mpb, além de canções autorais.  Na rua Primeiro de Maio, 57, em Santos.

… … …

SEXTA-FEIRA – 5 de janeiro – 22h … CiriloAmém no Boutique Vintage … CiriloAmém apresenta música urbana autoral, com influências de rock e psicodelia. Entrada R$10 (vip até 20h). Na rua Padre Adelino, 949, quase em frente ao Sesc Belenzinho.

… … …

SÁBADO – 6 de janeiro – 15h … Pano de Prato no Roda Viva … Apresentação do trio formado por Lucas Figueredo (saxofone), Gustavo Godoy (percussão) e Wellington Silva (violão 7 Cordas). Couvert R$10. Na rua Inácio Pereira da Rocha, 351.

… … …

SÁBADO – 6 de janeiro – 21h30 … Arnaldo Antunes em SP … O meu xará não precisa dessa divulgação, mas este blog faz questão de falar de artistas como ele, que fazem sucesso sem perder a qualidade artística e poética. Com André Lima (teclados, sanfona e vocais), Betão Aguiar (baixo e vocais), Chico Salem (guitarra, violão e vocais) e Curumin (bateria, MPC e vocais). No Sesc Belenzinho, à rua Padre Adelino, 1000.

… … …

SÁBADO – 6 de janeiro – 15h … Carimbó Secreto … Banda Clarimbó apresenta roda de carimbó e outros ritmos e estilos da região norte (marabaixo, cúmbia, lambada, brega e xote bragantino). Com Antonio Novaes (banjo, guitarra e voz), Débora Ruba (violino e voz), Helder Gama (percussão e voz) e Luana Freire (percussão e voz). No Secretinho, à rua Inácio Pereira da Rocha, 25.

… … …

DOMINGO – 7 de janeiro – 16h … Edvaldo e Banda – Sesc Itaquera … Edvaldo apresenta repertório baseado em seu mais recente cd, “Só vou chegar mais tarde”. No Sesc Itaquera, no Parque do Carmo.

… … …

SEGUNDA-FEIRA – 8 de janeiro – 10h … Férias Animadíssimas – Cursos e Oficinas … A casa ‘Acolá – Diversão e Arte’, administrada pelas artistas Simone Jablkowicz e Aieda Freitas, é um espaço cultural independente, localizado na ZN, à rua Cataguases, 48, no Jardim São Paulo. Tem como foco principal o intercâmbio entre arte, artistas, sociedade e meio circundante. Veja no cartaz os cursos e oficinas que a casa oferece nestas férias, de 8 até 21 de janeiro. Mais informações (e inscrições) no acola.art.br e no contato@acola.art.br.

… … …

TERÇA-FEIRA – 9 de janeiro – 21h … Let’s Dance – Homenagem a David Bowie … Homenagem a David Bowie no mês em que completaria 71 anos, e que também marca os dois anos de sua morte e o lançamento de seu último álbum, Blackstar. Com espetáculo de dança (Cisne Negro, na terça, às 21h) e shows na quarta e na quinta (Filipe Catto, Blubel, Leo Cavalcanti e Ritchie) e oficina de bonecos (de quarta a domingo, com Zecarlos Gomes e Bolofos). No Sesc 24 de maio, com entrada franca. Confira detalhes de toda a programação clicando aqui.

… … …

QUARTA-FEIRA – 10 de janeiro – 19H30 … Desconcertos de Poesia … Sarau organizado pelo poeta Claudinei Vieira reúne Luís Perdiz, Teofilo Tostes Daniel, Ingrid Morandian e os ‘conversadores’ Cacá Mendes e Edson Tobinaga. Na Patuscada Livraria, Bar e Café, à rua Luis Murat, 40, na Vila Madalena.

… … …

ATÉ 22 DE JANEIRO … Edital … O poeta e ator Antonio Ginco (da peça Ribanceira) avisa aos artistas e coletivos interessados: há um edital que possibilita concorrer a equipamentos de iluminação cênica. Serão doados 54 kits para espaços de circo, dança e teatro. Inscreva-se até 22 de janeiro. Saiba mais

.

… … …

ATÉ 14 DE FEVEREIRO … Exposição – Histórias da sexualidade … Com mais de 300 obras e cerca de 130 artistas, tanto do acervo do MASP, quanto de coleções brasileiras e internacionais, incluindo desenhos, pinturas, esculturas, filmes, vídeos e fotografias, além de documentos e publicações, de arte pré-colombiana, asiática, africana, europeia, latino-americana, entre outras. A mostra divide-se em nove núcleos temáticos e ocupa três espaços do Museu: o primeiro andar (Corpos nus, Totemismos, Religiosidades, Performatividades de gênero, Jogos sexuais, Mercados sexuais, Linguagens e Voyeurismos), a galeria do primeiro subsolo (Políticas do corpo e ativismos) e a sala de vídeo (Voyeurismos). No Masp, à av. Paulista, 1578. Eu soube que menores de 18 anos, inicialmente proibidos de entrar, agora já podem ir, desde que acompanhados de seus pais ou responsáveis (aos poucos, a gente vai saindo das trevas).

CINEMATECA BRASILEIRA NO MASP >>> Dentro da exposição “Histórias da sexualidade: filmes & vídeos”, nos dias 6 (sábado) e 9 (terça), às 16h, acontece a exibição de filmes sobre Dora Vivacqua, conhecida pelo nome artístico de Luz del Fuego. Dançarina, atriz e escritora, foi precursora no Brasil do naturismo e defendeu ativamente a emancipação da mulher, a partir de bandeiras como a defesa ao divórcio e ao acesso igualitário no mercado de trabalho, temas bastante controversos na conservadora sociedade brasileira da época. Entrada franca (80 lugares). Retirada de ingressos a partir das 15h, diretamente na bilheteria. Exibição dos filmes Luz Del Fuego, A Nativa Solitária (de Francisco de Almeida Fleming, 30min, p&b, 16mm), Divina Luz (de Ricardo Sá, 2017, 14min, p&b, digital) e Casa do Corpo Nu Luz Del Fuego (de Guilherme Altmayer, 2015, 5min, cor, digital).

… … …

AGENDÃO >>> Fique ligado, pois o agendão é diariamente atualizado. Bom findi a todos!

… … …

Anúncios

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: