Demora para poda de árvore em SP é a principal queixa da Ouvidoria municipal

Demora na poda de árvores é a maior reclamação dos moradores da capital

Demora na poda de árvores é a maior reclamação dos moradores da capital

A demora na poda de árvores é a maior reclamação dos moradores da capital paulista. A Ouvidoria da Prefeitura de São Paulo recebeu 777 queixas no último levantamento, realizado entre julho e setembro.

Na Praça Hélio de Oliveira, no Tatuapé, na Zona Leste, há muitas árvores tortas que ameaçam cair. As raízes já quebraram as calçadas, mas uma lei municipal determina que apenas as Prefeituras Regionais podem podar ou arrancar árvores em espaço público.

O SP1 recebeu muitas mensagens de moradores reclamando da demora para poda.

O Julio Cesar mandou um vídeo que mostra os galhos enormes que tomaram o telhado de uma casa e o poste de energia. As imagens mostram faíscas no transformador que quase explodiu no ano passado na Rua Manoel Soares Sebastião, no Jardim Marabá, na Zona Sul.

Outra árvore na Pompeia, Zona Oeste, cresceu tanto que as raízes destruíram a calçada em frente a um prédio na Rua Raul Pompeia. Os galhos e folhas atingiram a rede elétrica. No mês passado, duas quedas de energia queimaram os interfones do condomínio. Os moradores pediram ajuda à Prefeitura e à Eletropaulo, mas ninguém resolveu o problema.

Em nota, a Prefeitura diz que o serviço na Pompeia está agendado para 3 de dezembro e que os casos do Tatuapé e Jardim Marabá foram repassados para a Eletropaulo. Já a Eletropaulo informa que está no Jardim Marabá e vai atender todas as reclamações até o dia 30 e que está programando a poda no Tatuapé.

Ouvidoria da Prefeitura de SP recebe 777 de moradores por causa da demora na poda de árvores (Foto: Reprodução/ TV Globo)Ouvidoria da Prefeitura de SP recebe 777 de moradores por causa da demora na poda de árvores (Foto: Reprodução/ TV Globo)

Ouvidoria da Prefeitura de SP recebe 777 de moradores por causa da demora na poda de árvores (Foto: Reprodução/ TV Globo)

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*