Desertor da Força Aérea dos EUA é encontrado 35 anos depois

Hughes vivia na Califórnia desde a fuga

Hughes vivia na Califórnia desde a fuga Força Aérea dos Estados Unidos

Um homem de 66 anos foi preso na semana passada, em sua casa, após tentar tirar um passaporte na Califórnia. O Departamento de Estado desconfiou da identidade de Barry O’Beirne e encontrou algo que nem imaginava.

O’Beirne era na verdade o Capitão William Howard Hughes Jr., um oficial da Força Aérea norte-americana que havia desertado e estava desaparecido há 35 anos.

No momento da prisão, ele confirmou sua verdadeira identidade e contou que abandonou a Força Aérea porque estava com depressão. Ele vivia na Califórnia desde a fuga.

A última missão de Hughes foi em julho de 1983, na Holanda, quando o capitão estava encarregado de auxiliar oficiais da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte).

Ele deveria retornar aos Estados Unidos em agosto, mas a Força Aérea nunca mais soube dele.

Hughes possuía autorização para acessar informações ultrassecretas sobre a OTAN e a segurança dos Estados Unidos.

Ele trabalhava diretamente com os sistemas de vigilância e telecomunicações da OTAN e foi considerado um desertor.

A família dele, no entanto, acreditava que ele havia sido sequestrado.

O Capitão desertor foi visto pela última vez em Albuquerque, sacando cerca de R$ 28 mil dólares em 19 bancos diferentes.

Hughes está preso, aguardando julgamento. Ainda não se sabe quais as acusações contra ele.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: