Doze pessoas morrem nos Estados Unidos por conta de frio intenso

Inverno rigoroso mata 12 pessoas nos Estados Unidos

Inverno rigoroso mata 12 pessoas nos Estados Unidos REUTERS/Pinar Istek 29.01.2019

Pelo menos oito pessoas morreram por causa do intenso frio que assola os Estados Unidos, segundo a Reuters. O chamado vórtice polar fez as temperaturas despencarem no centro-oeste norte-americano, fazendo cidades como Chicago registrarem -30 graus e registrassem temperaturas mais baixas que o Ártico.

Entre as vítimas do inverno rigoroso estão um senhor de idade encontrado morto depois de cair no caminho para casa, um estudante da Universidade de Iowa encontrado no centro acadêmico durante a noite. Um homem foi atingido por um limpador de neve, em Chicago, e a neve causou um acidente de carro em Indiana, além de um homem morrer congelado na garagem, em Milwaukee, segundo registros das autoridades.

A onda de frio segue intensa durante esta quinta-feira (31), mas já está seguindo para a região leste dos Estados Unidos e perdendo intensidade. Segundo meteorologistas do Centro de Previsões do Clima do Serviço Nacional (NWS), algumas regiões do meio-oeste ainda podem registar as temperaturas mais baixas da geração. A Dakota do Norte pode chegar aos -30 graus e Minnesota pode registrar 20 graus negativos.

Como consequência do frio, aulas foram canceladas na quarta-feira (30) e nesta quinta-feira (31), a polícia pediu para os moradores tomarem cuidado com as ruas e estradas congeladas e autoridades avisaram para as pessoas tomarem cuidado ao respirar e passar muito tempo na rua e expostas ao frio.

Mais de 2.300 voos foram cancelados e outros 3.500 foram adiados, a maioria nos dois aeroportos de Chicago. A Amtrak, empresa federal de transporte ferroviário, cancelou diversos trajetos de trem, por medo dos trilhos congelados.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: