Dupla é presa em Vitória suspeita de aplicar ‘golpe do bilhete premiado’

Folha Vitória

Folha Vitória Folha Vitória

Milto e Genival foram presos em Vitória, suspeitos de aplicar golpes | Foto: Divulgação/PCES

Dois homens foram presos em Vitória, suspeitos de aplicar o chamado “golpe do bilhete premiado”. O agricultor Milto Felippe, de 53 anos, e o autônomo Genival Sabino Dutra, de 48, foram reconhecidos por um idoso de 87 anos, que alega ter perdido R$ 20 mil para os golpistas, em julho deste ano.

A dupla foi presa em flagrante por policiais civis da Delegacia Especializada de Crimes de Defraudações e Falsificações (Defa), que chegaram até os suspeitos por meio do cerco eletrônico da capital. O veículo usado pelos criminosos foi monitorado e interceptado na altura do bairro Goiabeiras.

Com Milto e Genival foram apreendidos cerca de R$ 3 mil em dinheiro e vários cartões de apostas, além de folhas contendo anotações. De acordo com a titular da Defa, delegada Rhaiana Bremenkamp, os dois integram uma quadrilha especializada nesse tipo de crime e viajam o país para aplicar o mesmo golpe.

Vítima

O idoso que reconheceu a dupla havia procurado a delegacia, em julho, para registrar uma queixa. Ele contou que saía do dentista, em Vitória, quando foi abordado por um homem, que aparentava ser muito simples.

Segundo a vítima, o homem afirmava que estava com um bilhete premiado e que, como estaria sem documentos, precisava de uma conta para que o prêmio fosse depositado. Um segundo criminoso se ofereceu para ajudar e o idoso foi levado a dar uma garantia de R$ 20 mil. Depois que a vítima sacou o dinheiro e deu a eles, os dois suspeitos desapareceram.

De acordo com a polícia, os criminosos já têm passagens pela Justiça no Paraná, por estelionato. Milto e Genival foram autuados por receptação.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: