Eddie Murphy recusa convite para apresentar o Oscar por medo

Foto: Reprodução

Folha Vitória

Folha Vitória Folha Vitória

Após a polêmica de Kevin Hart, que perdeu o posto de mestre de cerimônia do Oscar 2019 após acharem tweets homofóbicos do humorista, o convite para substituí-lo foi para Eddie Murphy. Mas para a surpresa dos produtores, o ator teria recusado!

Segundo o Radar Online, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, que organiza a premiação, ofereceu uma quantia generosa para Eddie assumir o cargo, mas ele não quis. Uma fonte teria revelado ao veículo que a produção do evento ficou espantada com a resposta.

Além do dinheiro, Murphy teria o direito de usar cenas da premiação em seus futuros filmes, mas nem isso o convenceu. Em 2012, aconteceu uma história parecida. O comediante iria apresentar o Oscar, mas desistiu depois que o produtor Brett Ratner deixou o comando da exibição do evento por conta de comentários homofóbicos nos ensaios.

De acordo com a fonte, Eddie também teria posts comprometedores e corre risco de tê-los expostos:

– A história de Eddie é tão vulgar quanto a de Kevin e a última coisa que ele precisa é ser sugado na reação do movimento #MeToo que parece vir com o emprego, disse a fonte, se referindo ao movimento que encoraja mulheres a abrirem o jogo sobre assédios e abusos sofridos em Hollywood.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: