Entenda a crise que levou soldados a tentar dar golpe no Gabão

Militares transmitindo anúncio do Golpe

Militares transmitindo anúncio do Golpe Reprodução Internet via Reuters – 7.1.2019

A República do Gabão, na costa ocidental da África, começou a semana com o anúncio, via rádio, de mais um capítulo da sua tumultuada vida política. Um pequeno grupo de militares tomou uma emissora de rádio na capital Libreville para anunciar que, a partir daquele momento, estavam tomando o poder.

Durante o pronunciamento que fez para a população gabonesa, o Tenente Kelly Ondo Obiang afirmou que estava tomando o poder no Gabão porque não acreditava na aptidão do presidente Ali Bongo Ondimba em continuar conduzindo o país.

Ali Bongo está longe de seu país desde novembro do ano passado. Em outubro ele já vinha sofrendo com “fadiga extrema” e teria sofrido “um possível AVC”, segundo informou a Agência EFE.

Para se recuperar, Ali Bongo viajou para o Marrocos já que possui uma longa amizade com o rei do país, Mohammed VI.

Esse afastamento por tanto tempo fez com que o país enfrentasse um “vazio de poder”, segundo a própria oposição. Desde então, Bongo foi visto poucas vezes e fez pouco pronunciamentos para seu povo.

Na tentativa de cobrir esse vácuo institucional, a Suprema Corte do país aprovou, ainda em dezembro, uma medida que dá poderes para que o vice-presidente, Pierre Claver Maganga Moussavou, possa conduzir o governo sem prestar satisfações a Bongo.

No Ano Novo, Bongo gravou um discurso do Marrocos, tentando demonstrar que ainda detém o poder no país. Mas o vídeo foi usado como desculpa pelos golpistas. Segundo eles, a “fala arrastada” de Bongo era uma prova de que ele não tem mais condições de ser o presidente.

Histórico

Ali Bongo tem 59 anos e assumiu o poder em 2009 quando seu pai, Omar Bongo, morreu. Omar Bongo esteve no poder por 42 anos antes de sua morte, sendo o líder mais duradouro da nação e de uma das ditaduras mais longas da história mundial.

Até 1991, permaneceu no Gabão o sistema de partido único, com Bongo possuindo um poder absoluto.

Mesmo depois que o país permitiu a oposição partidária, ele ainda acumulava muita autoridade sobre os rumos do governo.

Ali Bongo, por sua vez, passou por uma reeleição em 2016. No entanto, o resultado das urnas foi altamente questionado, inclusive pela União Europeia.

Golpe fracassado

O suposto golpista Kelly Ondo Obiang conseguiu tomar o controle da rádio estatal e transmitir sua mensagem para todo o país.

Contudo, Obiang só estava acompanhado de outros nove soldados que faziam parte da  Guarda Republicana. Eles afirmavam ser parte do Movimento da Juventude Patriótica das Forças de Defesa e Segurança, um grupo desconhecido até então.

Kelly e seus quatro soldados rebeldes foram detidos pelo exército gabonês. Dois soldados foram mortos e os outros aguardam julgamento.

Ainda não está claro qual pena eles podem sofrer.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: