Estrela-do-egito é um arbusto nativo da África e Arábia


As pétalas das flores imitando cinco pontas dão o nome à planta. As cores das flores podem ser vermelhas, rosas, brancas ou roxas
Arquivo TG
Parada obrigatória de beija-flores e borboletas, as estrelas-do-egito chamam a atenção pela beleza e pelas cores. Com o nome inspirado no formato das flores, este arbusto é enfeite comum em jardins, praças e sacadas. Os melhores ambientes para seu desenvolvimento são os que oferecem sol em abundância. Estrela-do-egito recebe o nome pelo formato das flores
Ananda Porto / TG
Apesar de se adaptar a locais frios, a planta prefere climas tropicais e solos férteis com adubos químicos ou orgânicos. Em tais condições, conseguem permanecer florescendo durante todo o ano. A origem da planta explica o apreço pelos ambientes quentes. Nativa da África e Arábia, a espécie pode alcançar até um metro de altura e apresentar quatro variações de cores. Seja em vermelho, rosa, branco ou roxo, a exuberância da estrela-do-egito fica pelas pétalas que imitam cinco pontas. Com tons de rosa e roxo a flor chama atenção pelo formato
Ananda Porto / TG
Exatamente por conta de detalhes como esses, o arbusto também é conhecido como penta, cacho-de-estrelas ou show-de-estrelas. Apesar de ser perene, com aproximadamente dois anos a planta começa a perder o vigor em suas floradas. Assim, recomenda-se o replantio.
Estrela-do-egito pode chegar até 60 centímetros de altura
Arquivo TG

%d blogueiros gostam disto: