Família de bolivianos é encontrada morta na Grande São Paulo

Família estava desaparecida desde 23 de dezembro

Família estava desaparecida desde 23 de dezembro Reprodução/Facebook

Uma família de bolivianos foi encontrada morta em uma residência, no Jardim Paineira, em Itaquaquecetuba, na Região Metropolitana de São Paulo, no fim da tarde desta terça-feira (8).

De acordo com informações da equipe da RecordTV, a família de bolivianos estava desaparecida desde o dia 23 de dezembro. Irma Morante Sanizo, Jesus Reynaldo Condori Roque e uma criança de 8 anos foram achados sem vida, escondidos dentro de sacos.

Um primo do casal é o principal suspeito do crime. Ele tinha uma loja com os primos, no bairro da Penha, na zona leste da capital, e todos moravam no mesmo bairro.

Após uma briga, por causa das contas do negócio, o casal e a criança sumiram. No dia 27, o primo teria aparecido bêbado com o menino. Ele disse para a mulher que levaria a criança de volta para os pais. Ele pegou todos os pertences dos primos e levou para Itaquaquecetuba, onde alugou uma casa.

A mulher do suspeito comentou que ele chamou dois amigos para ajudar na mudança.

Um dos ajudantes, chamado Miguel, que também é amigo da família, foi com a mulher do suspeito e a polícia até a casa de Roberto, o segundo ajudante. No imóvel, os policiais localizaram um celular que pertence a um dos desaparecidos.

Roberto levou Miguel, a mulher do suspeito e os policiais até o local do crime, já que mora próximo ao imóvel. A casa, onde foi localizado o corpo, fica nos fundos. No local, os agentes localizaram os sacos com os corpos. A polícia acionou a perícia que confirmou que eram da familia de bolivianos.

Roberto e Miguel estão prestando depoimento à polícia. Eles dizem não saber de nada sobre o crime. Já o suspeito do crime segue desaparecido desde o dia 27.

O caso deve ser registrado na Delegacia Central de Itaquaquecetuba.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: