Florence provoca fuga no litoral dos EUA ao se aproximar das Carolinas

Florence chegará ao continente nesta sexta-feira (14)

Florence chegará ao continente nesta sexta-feira (14) NASA/Divulgação via REUTERS/10.9.2018

Mais de 1,5 milhão de pessoas que moram no litoral sudeste dos Estados Unidos receberam ordens de sair de casa devido à aproximação do furacão Florence, o mais forte a ameaçar a Carolina do Sul e a Carolina do Norte em três décadas, nesta terça-feira (11).

O Florence, tempestade de categoria 4 com ventos contínuos máximos de 210 quilômetros por hora, deve chegar ao continente na sexta-feira, muito provavelmente no sudeste da Carolina do Norte e perto da fronteira com a Carolina do Sul, disse o Centro Nacional de Furacões dos EUA (NHC) de Miami.

Os moradores cobriram as casas com tábuas e acabaram com os estoques de alimento, água e suprimentos dos mercados. Autoridades da Carolina do Sul estavam se preparando para reverter as pistas de grandes rodovias para agilizar a retirada da costa.

O governador da Carolina do Sul, Henry McMaster, evocou a lembrança do furacão Hugo de 1989, que matou 27 pessoas no Estado, ao fazer um apelo para que os cidadãos obedeçam à sua ordem de retirada.

“Prefiro prevenir do que remediar”, disse McMaster no programa “Good Morning America” da rede ABC, na manhã desta terça-feira. “Queremos que as pessoas saiam e fiquem em segurança.”

A tempestade estava localizada cerca de 1.530 quilômetros ao leste-sudeste do Cabo do Medo, na Carolina do Norte, às 5h locais, segundo o NHC, que alertou para um “grande furacão extremamente perigoso” até a noite de quinta-feira.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: