Frase ‘Trabalha e Confia’ foi um dos motivos para capixaba ser impedida de entrar com bandeira do ES no Maracanã

Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal

Folha Vitória

Folha Vitória Folha Vitória

A capixaba Ana Moscon passou por uma situação constrangedora ao ser impedida de entrar no estádio Maracanã, no Rio de Janeiro, com a bandeira do Espírito Santo, para assistir à partida entre Flamengo e Santos, no último sábado (14).

Ana, torcedora do clube carioca, disse que foi abordada pela segurança no momento da revista feminina. A segurança teria olhado a bandeira e disse que a torcedora não poderia entrar com ela, inicialmente por causa dos dizeres “Trabalha e confia”, frase da bandeira capixaba.

A torcedora então explicou que trata-se da frase da bandeira. Neste momento, um outro segurança chamou um policial militar, que reafirmou que a bandeira estava fora das normas de segurança do estádio. Segundo a segurança, o tamanho da bandeira deveria ser referente ao tamanho dos braços abertos da torcedora. A segurança e o policial militar afirmaram que ela teria que descartar a bandeira para poder assistir ao jogo no estádio.

“Eu fui pra lá de excursão. Já estava com o ingresso comprado, já tinha pago tudo e no calor do momento, acabei jogando a bandeira fora, até me arrependi depois. Nem tive coragem de jogar na lixeira mesmo, deixei a bandeira ao lado da lixeira”, disse Ana.

A assessoria de imprensa da Polícia Militar do Rio de Janeiro informou que “a revista no estádio é de responsabilidade da concessionária que o administra. O Batalhão Especializado de Policiamento em Estádios (BEPE) realiza intervenção somente quando solicitado. A princípio, não há restrição com a entrada de bandeiras de estados, dependendo como a mesma é transportada”.

A reportagem tentou contato com a assessoria do Flamengo, que administra o estádio em parceria com o Fluminense, mas as ligações não foram atendidas.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: