Grupo que clonava cartões de crédito e documentos para realizar compras pela internet é desarticulado

No local, foram apreendidas 15 toneladas de telhas aluzinco Crédito: Polícia Civil / Divulgação / CP

No local, foram apreendidas 15 toneladas de telhas aluzinco Crédito: Polícia Civil / Divulgação / CP Correio do Povo

Uma quadrilha especializada em fraudes eletrônicas foi desarticulada na noite de terça-feira, em Antônio Padro, na região Nordeste do Estado. Os suspeitos utilizavam cartões de crédito clonados e documentos falsos para fazer compras pela internet. A Polícia Civil acredita que, apenas no último mês, o grupo teria causado prejuízo de cerca de R$ 1 milhão. Na ação, três homens, de 47, 40 e 24 anos, foram presos. As investigações da Delegacia de Repressão aos Crimes Informáticos e Delegacia de Repressão ao Roubo de Veículos, do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) apontaram que a quadrilha comprava materiais de construção, ferros, veículos e peças de diversas empresas. Durante a ação, foram apreendidas 15 toneladas de telhas aluzinco de uma empresa de Canoas, na região Metropolitana. Além disso, no local foram localizados 73 munições calibres 22 e 12, celulares, documentos e R$ 4 mil em espécie. Segundo o delegado Adriano Nonnenmacher, a Polícia já identificou o quarto membro da quadrilha. É um homem, de 43 anos, que está detido no Presídio de Vacaria e foi apontado como o possível líder da associação criminosa. Além da empresa com sede em Canoas, a Polícia Civil acredita que outras no Estado tenham sido lesadas, o que deve ser comprovado durante o inquérito policial, afirma o Delegado de Polícia, Marco Guns.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: