Anúncios

Hernanes é liberado de treino e São Paulo acha improvável que ele fique

Hernanes foi liberado do treino da manhã desta sexta-feira, no CT da Barra Funda, e dificilmente voltará a trabalhar no local. O São Paulo já admite ser improvável a permanência do meio-campista, pois o Hebei Fortune, que o emprestou até 30 de junho, exerceu a cláusula no contrato que exige sua volta imediata e quer que ele se reapresente na próxima semana.

Meio-campista se apresentará na próxima semana ao clube chinês (Foto: Marcello Fim/Raw Image)

Meio-campista se apresentará na próxima semana ao clube chinês (Foto: Marcello Fim/Raw Image)

Foto: LANCE!

O Profeta passou a manhã realizando trabalhos internos e ajustando sua viagem para a Espanha. É no país europeu que o time chinês fará a pré-temporada e o jogador deve se apresentar na segunda-feira para treinar com os colegas do clube asiático.

O diretor executivo de futebol Raí e o coordenador de futebol Ricardo Rocha, assim como o empresário de Hernanes, Joseph Lee, vêm falando frequentemente com representantes do Hebei Fortune. Mas uma das poucas esperanças de permanência está no diálogo do próprio jogador com os asiáticos.

Hernanes conversará pessoalmente com os chineses. Prometeu expor que ainda sonha em jogar a Copa do Mundo e, por isso, solicitará que cumpra seu contrato de empréstimo com o São Paulo até a metade do ano. Mas será difícil convencer o Hebei, que abriu espaço no elenco para, enfim, poder utilizar o Profeta.

A possibilidade de compra de Hernanes está praticamente descartada. O clube chinês desembolsou 10 milhões de euros (cerca de R$ 33 milhões) em fevereiro para tirá-lo da Juventus, da Itália, e seus salários são de cerca de 8 milhões de euros (R$ 31,23 milhões) anuais. Os valores inviabilizam a negociação em definitivo – o São Paulo acertou o empréstimo de graça, pagando apenas parte dos salários, mas aceitando a cláusula que faz o jogador voltar agora à China.

Hernanes quase não jogou pelo Hebei Fortune no primeiro semestre de 2017, e o argumento era a limitação do regulamento de apenas três estrangeiros atuarem. Agora, o atacante brasileiro Aloísio, ex-Tricolor, deixou a equipe, e o camaronês Mbia também deve sair. Assim, o Profeta teria só o marfinense Gervinho, o argentino Lavezzi e o sul-coreano Kim Joo-Young como colegas não-chineses, ficando à disposição do técnico Manuel Pellegrini, já que quatro estrangeiros podem ser inscritos por jogo, sendo três na linha.

LANCE!
compartilhe
comente

  • comentários
Anúncios

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: