Homenagens marcam os 17 anos do 11 de Setembro nos EUA

Nesta terça-feira (11) os ataques terroristas de 11 de setembro de 2001 contra o World Trade Center completam 17 anos. A data está sendo lembrada em diversas homenagens nos Estados Unidos, principalmente em Nova York, onde ficavam as Torres Gêmeas. Membros do Corpo de Bombeiros fizeram uma saudação no início da manhã para lembrar os colegas mortos durante as operações de resgate

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e primeira-dama, Melania Trump, participam de uma cerimônia em Shanksville, na Pensilvânia, para homenagear os 40 passageiros e tripulantes do voo 93 que “se levantaram e desafiaram o inimigo” 17 anos atrás. De acordo com a Fox News, durante o discurso, Trump disse que a América nunca deve se submeter à tirania, que as vítimas são “heróis americanos” e concluiu: “neste memorial, nesta terra sagrada, no campo além deste muro e nos céus acima de nossas cabeças, lembramos do momento em que os Estados Unidos reagiram”

Acredita-se que os 40 passageiros e tripulantes do Voo 93 tenham evitado um ataque maior, lutando contra os terroristas que sequestraram o avião no dia 11 de setembro. O campo em Shanksville, Pensilvânia, onde o avião caiu, fica a 20 minutos de voo do Capitólio dos EUA

A cerimônia foi acompanhada por famílias que perderam amigos e parentes no voo 93 na Pensilvânia. Crianças levaram bandeiras dos Estados Unidos

O vice-presidente dos EUA, Mike Pence, levou uma coroa de flores e participou da homenagem feita na 17ª cerimônia anual para lembrar o 11 de setembro no Pentágono, em Washington.

O coral da Marinha dos Estados Unidos se apresentou durante a cerimônia que aconteceu no Pentágono para homenagear as vítimas 

Em Nova York, centenas de pessoas foram até o memorial construído no local onde ficavam as duas torres do World Trade Center para levar flores e prestar homenagens. Uma cerimônia foi realizada no local para lembrar a data

Emocionada, Deborah Burton levou flores e uma foto de um amigo que morreu nos ataques terroristas de 11 de setembro de 2001 no World Trade Center 

Donald Chung levou flores para homenagear a tia que morreu nos ataques 

Quem acompanhou a cerimônia, se emocionou. Muitas pessoas choraram ao lembrar das vítimas

Uma cerimônia matinal também foi organizada na estação de trem “The Oculus”, que também é chamada de World Trade Center Transportation Hub. Ela foi inaugurada em 2016 no local dos atentados, em Nova York, para lembrar a data. A claraboia retrátil só é aberta uma vez por ano, durante a cerimônia. Ao todo, 2.977 pessoas morreram em Nova York, no Pentágono e na Pensilvânia – os nomes de todas as vítimas estão em uma sala na estação

A World Trade Center Oculus não só chama atenção pela arquitetura como também pelos custos da construção, ela é considerada a estação mais cara do mundo. Ela foi projetada pelo mesmo arquiteto que criou o Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro, o espanhol Santiago Calatrava e tem o formato de um esqueleto de pássaro gigante

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: