SAÚDE NO BRASIL: NÃO EXISTEM MÉDICOS CAPAZES PARA OCUPAR O MINISTÉRIO DA SAÚDE?

Pergunta que não quer calar, qual a razão de não termos um médico à frente do Ministério da Saúde? O que será que norteia o raciocínio do presidente da república no tocante às escolhas de seus auxiliares?

Será que basta ser “bolsonarista” de carteirinha e usar uma farda verde oliva com platina de oficial general?

Até mesmo dentro das Forças Armadas há o quadro de Saúde, que conta com um oficial general, sem falar os da reserva. Se ao menos um desses militares do setor ocupasse o cargo, possivelmente teríamos dias melhores na pasta, com um profissional do ramo.

Com todo o respeito ao General Pazuello, essa não é a sua praia. Um oficial gabaritado em sua área – Intendência – por melhor que seja, não pode comandar um setor tão específico como o médico.

É um problema para o próprio militar e uma vergonha desnecessária para o governo brasileiro, que indiretamente declara não possuir médicos à altura do cargo, ou que somente os “amigos do rei”, independente de qualificação, podem ocupá-lo, em outra suposição temerária.

A Saúde, assim como a Educação, Segurança Pública e a Empregabilidade no país estão em frangalhos, e isso não é culpa da pandemia, pois os números são terríveis há tempos, assim como a inação do Estado.

Se essa linha de trabalho não for alterada, é possível prever dias tristes para o Brasil.

Aqui você já sabe: virou notícia, Brasil Comenta!

Share and Enjoy !

0Shares
0

Author: José Vieira

Jornalista/Articulista, bacharel em Direito(aprovado na OAB), servidor público, professor do Centro de Estudos e Ensino em Segurança Pública e Direitos Humanos - CESDH, pós graduado em Direito da Comunicação Digital, com MBA em Gestão Pública,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *