GESTÃO PÚBLICA: FALTA DE PODA EM ÁRVORES GERA RESPONSABILIDADE POR ACIDENTES

Recentemente o Tribunal de Justiça de São Paulo condenou a CPFL e a prefeitura de Campinas/SP a pagarem indenização e um salário mínimo cada a dois jovens que tiveram seus membros superiores amputados por conta de uma descarga elétrica, em decorrência da tentativa de retirar uma pipa de uma árvore.

A árvore não havia sido podada, encobrindo a fiação de rua. Quanto um dos garotos utilizou uma barra de ferro para alcançar a pipa, esbarrou, sem ver, na rede elétrica que estava oculta pela copa de uma árvore, sofrendo forte descarga.

A incúria dos gestores da prefeitura e da CPFL em realizar a poda criou a possibilidade desse fato ocorrer, já que a árvore está em via pública, assim como a fiação. A responsabilidade decorre do dever do poder público e de seus concessionários zelarem pela segurança dos serviços oferecidos à população. No caso, a poda deveria ter sido realizada para garantir a segurança da rede elétrica.

Aliás, a CPFL tem um estranho modo de proceder já que, para a realização de poda de alguma árvore próxima à rede, a empresa exige que haja faiscamento, conforme imagem abaixo, extraída de seu site.

 

Se a prevenção de acidentes é essencial, como exigir que hajam faíscas para que o serviço seja realizado?

Como fica, então, uma árvore na situação abaixo, que aguarda há mais de oito meses a poda, entremeada de fios? Será necessária a ocorrência de uma tragédia para que o trabalho seja feito?

Que sirva de exemplo para a nova gestão municipal de Campinas/SP, para que não procrastine a poda de árvores nessa situação na cidade como, infelizmente, vem ocorrendo.

Aqui você já sabe: virou notícia, Brasil Comenta!

 

 

Share and Enjoy !

0Shares
0

Author: José Vieira

Jornalista/Articulista, bacharel em Direito(aprovado na OAB), servidor público, professor do Centro de Estudos e Ensino em Segurança Pública e Direitos Humanos - CESDH, pós graduado em Direito da Comunicação Digital, com MBA em Gestão Pública,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *