COVID-19: BRASIL BATE RECORDE DE MORTES

Imagem: Jornal de Brasília

Em uma única semana o Brasil alcança a marca de 10 mil mortes.

É um triste recorde para o país, que não conseguiu emplacar, nacionalmente, um cronograma satisfatório de imunização, amargando parcos 3,84% de imunização.

Apenas o Estado de São Paulo consegue dar sequência à imunização, graças ao empenho, desde o início da pandemia, na busca de soluções para o problema.

Mesmo assim, o estado enfrenta seus piores momentos, em razão da indisciplina dos cidadãos, muitos dos quais relutam em adotar as medidas sanitárias, principalmente evitar aglomerações.

É uma luta constante contra aqueles que, irresponsavelmente, insistem em adotar a tese segundo a qual as medidas sanitárias e o isolamento social são ” mimimi”, e que a imprensa é a culpada por contaminar a população com um vírus pior, o do pavor.

A imprensa brasileira apenas tem cumprido fielmente o seu papel de divulgar os fatos e de expor responsabilidades.

Ela também divulga boas notícias quando surgem, mas elas têm sido raras, sobretudo quando envolvem o governo federal.

É preciso que os parlamentares do Senado e da Câmara dos Deputados atuem com energia.

O Supremo Tribunal Federal-STF tem cumprido o seu papel, e não está restringindo, como afirmam alguns, prerrogativas ou o poder de quem quer que seja. Pelo contrário, o STF tem impulsionado o Executivo a agir. Não fosse ele, sem dúvida, a situação estaria muito pior.

É preciso ser isento em momentos como este; deixar de lado paixões políticas e pensar na saúde da população.

A continuar desse modo, com um poder ancorando as ações de combate à pandemia, não haverá esperança para ninguém.

Observe-se que, em decorrência da inação governamental, o Brasil concebeu uma variante do vírus e se torna sério concorrente a produzir outras, mais resistentes ainda.

Nesse passo, seremos totalmente isolados do mundo; inclusive nossos produtos exportados sofrerão bloqueio.

Aí sim, nossa economia irá para o buraco, sem solução a médio prazo, talvez a longo.

Estamos com vários estados na fase vermelha. Já temos algumas cidades em lockdown. A continuar a lentidão e atrapalhação do governo federal em prover mais vacinas, os estados serão forçados a adotar o lockdown, medida terrível para todos.

O que está ruim pode piorar, se o governo federal não agir melhor e mais rápido, em conjunto com os estados e municípios.

Aqui você já sabe: virou notícia, Brasil Comenta.

Share and Enjoy !

0Shares
0

Author: José Vieira

Jornalista/Articulista, bacharel em Direito(aprovado na OAB), servidor público, professor do Centro de Estudos e Ensino em Segurança Pública e Direitos Humanos - CESDH, pós graduado em Direito da Comunicação Digital, com MBA em Gestão Pública,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *