Instalação do píer em Guarapari é adiada mais uma vez e novo prazo é até o final de setembro

Folha Vitória

Folha Vitória Folha Vitória

Píer chegou no município no dia 12 de junho e encontra-se na orla do Canal.

Inicialmente programado para 13 de junho, no Morro da Pescaria na Praia do Morro em Guarapari, a instalação do píer teve que ser adiada em 25 dias para adequações na estrutura já existente. Mas passado esse prazo, a situação não se alterou e a instalação tem um novo prazo dado pelo executivo, até o final de setembro. O píer será utilizado para o desembarque de passageiros dos transatlânticos na rota turística.

Responsável pelo Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), juntamente com o município, o Condomínio Aldeia da Praia, representado pelo gerente Sérgio Jordão, já fez as adequações no píer e realizou uma extensão de cinco metros na estrutura já existente no Morro da Pescaria. “Há mais de 30 dias as adequações vistas em junho estão prontas, o que cabe ao condomínio já foi feito. Estamos dependendo de autorização do Ministério Público para instalação. Tendo essa permissão, chamo a equipe de instalação que é de São Paulo para colocar o píer no dia seguinte. No momento a estrutura flutuante aguarda na orla do Canal no centro da cidade”, disse Sérgio.

De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente e Agricultura (Semag), todas as licenças ambientais para a instalação do píer no município estão assinadas, as licenças com a Superintendência do Patrimônio da União (SPU) e a da Capitania dos Portos. E, segundo a prefeitura de Guarapari, a instalação do píer no Morro da Pescaria deve ser feita até o final deste mês.

“A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Agricultura (Semag) informa que a previsão de instalação do pier é até o final de setembro. No local precisaram ser feitas algumas adequações na estrutura já existente. A Semag agora está normatizando o uso desse pier, de acordo com a solicitação e a recomendação do Ministério Público. O pier é o resultado de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) do condomínio Aldeia da Praia determinado através do MP”, disse o executivo em nota.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: