Iraque: aeroporto é atingido por mísseis em meio a protestos

Aeroporto de Basra, no Iraque, foi alvo de mísseis

Aeroporto de Basra, no Iraque, foi alvo de mísseis REUTERS/Essam al-Sudani/08.09.2018

O aeroporto de Basra foi alvo de mísseis neste sábado (8) após mais uma noite de protestos contra a elite política do Iraque, nos quais manifestantes incendiaram o consulado iraniano e tomaram funcionários de um campo de petróleo como reféns.

Fontes de segurança do Iraque disseram que três mísseis Katyusha disparados por fontes desconhecidas haviam atingido o perímetro do aeroporto, embora nenhum dano ou vítima tenha sido reportado. O consulado dos Estados Unidos fica ao lado do aeroporto de Basra.

Uma autoridade no aeroporto iraquiano disse que não houve interrupção nas operações, e que as decolagens e pousos estavam acontecendo normalmente.

O ataque aconteceu pouco depois da suspensão de um toque de recolher e horas depois da reabertura do principal porto marítimo do Iraque, Umm Qasr, onde manifestantes haviam bloqueado a entrada do porto, forçando a suspensão das operações.

As ruas de Basra estavam quietas e se esvaziando enquanto autoridades reinstauraram o toque de recolher que teve início às 16 horas no horário local (10h, horário de Brasília). Organizadores dos protestos disseram que pausariam os protestos no sábado após a escalada dos atos na noite anterior.

Havia, no entanto, uma forte presença de forças de segurança na cidade de mais de dois milhões de habitantes, enquanto o governo era fortemente pressionado a reprimir qualquer outro distúrbio.

Basra, a segunda maior cidade do Iraque, foi tomada por cinco dias de violentas manifestações, nas quais prédios do governo foram saqueados e incendiados por manifestantes enfurecidos pela corrupção política. Os protestos se iniciaram primeiro em julho, devido aos serviços governamentais insatisfatórios, mas foram intensificados durante a última semana.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: