Jerry se transforma em furacão enquanto segue para o Atlântico

Furacão Jerry avança para o Porto Rico

Furacão Jerry avança para o Porto Rico
Centro Nacional de Furacões EUA

A tempestade tropical Jerry se transformou em furacão nesta quinta-feira (19), enquanto o ciclone de categoria 2 na escala Saffir-Simpson Humberto já superou as Bermudas e deve continuar se enfraquecendo em seu avanço para as águas frias do Atlântico Norte.

O Centro Nacional de Furacões (NHC, na sigla em inglês) dos Estados Unidos, com sede em Miami, indicou em seu último boletim emitido às 12h, que Jerry apresenta ventos máximos sustentados de 120 km/h.

Esse fenômeno continua seu rápido avanço para o oeste-noroeste, fazendo com que ele passe perto da costa nordeste de Porto Rico e das ilhas mais ao norte das Pequenas Antilhas, entre amanhã e sábado.

Durante esses dias, nenhuma mudança de força é esperada em Jerry, cujos ventos de furacão se estendem de seu núcleo até 20 km e os de tempestade tropical até 75 km.

Espera-se que Jerry produza acumulações totais de chuva de até 76 milímetros no norte das Ilhas de Sotavento, Ilhas Virgens e Porto Rico, assim como perigosas ressacas.

O outro ciclone que os meteorologistas estão acompanhando de perto é Humberto, que perdeu ligeiramente sua potência e agora seus ventos máximos sustentados são de 175 km/h após passar pela costa oeste das Bermudas.

Humberto se desloca rumo ao nordeste em grande velocidade – 39 km/h – e se afasta do arquipélago atlântico, onde o alerta já foi retirado devido às condições das tempestades tropicais, apesar de ainda sentirem os efeitos de ondas fortes e a alta do nível do mar em sua costa.

Especialistas preveem que Humberto mantém seu progresso em direção ao nordeste e começa a enfraquecer hoje para se tornar um ciclone pós-tropical nas próximas horas.

Por último, os remanescente da depressão tropical Imelda segue deixando numerosas chuvas, com ameaça de inundações, em parte do sudeste do Texas.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: