Jovem saudita que fugiu da família deixa quarto de hotel na Tailândia

Jovem deixou quarto de hotel e não será deportada

Jovem deixou quarto de hotel e não será deportada Thailand Immigration Police via Reuters – 7.1.2019

A jovem saudita Rahaf Mohammed al-Qunun, 18, deixou o quarto hotel em Bangkok, na Tailândia, onde tinha se trancado para evitar ser deportada de volta para o Kuwait e devolvida à sua família, de quem ela tenta fugir alegando ser vítima de abusos e até cárcere privado.

Rahaf deixou o hotel sob os cuidados da Acnur (Agência da ONU para Refugiados), disse uma autoridade da imigração tailandesa.

A jovem está no aeroporto de Bangkok desde sábado (5), quando chegou do Kuwait, dizendo que teme que sua família a mate se for forçada a voltar para casa.

Seus parentes ainda não comentaram as acusações de abuso. Rahaf contou, via redes sociais, que sofria abusos físicos e psicológicos e chegou a ser mantida em cárcere privado para não voltar a estudar.

Jovem fugiu durante férias no Kuwait

Ela fugiu da família quando eles estavam em férias no Kuwait. Pegou um voo em direção a Bangkok, tentando chegar a Austrália, mas foi interceptada pelas autoridades tailandesas, que planejavam a colocar em um voo de volta ao Kuwait na segunda-feira, mas cederam depois que seus pedidos online chamaram a atenção internacional.

Um representante do Acnur se reuniu com Qunun no aeroporto e também discutiu o caso com funcionários de imigração tailandeses.

Após o encontro, o chefe de imigração da Tailândia, Surachate Hakparn, disse que ela não seria mais deportada. Hakparn disse ainda que a Acnur trabalharia no processamento do pedido de refúgio de Rahaf.

Giuseppe de Vincentiis, representante da Acnur na Tailândia, disse que o governo tailandês havia dado garantias de que Rahaf não seria expulsa para nenhum país onde ela pudesse estar em perigo enquanto seu caso estivesse sendo processado.

Em vídeo: Tailândia suspende plano de expulsar saudita trancada em hotel

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: