Jovens colam pôster ‘publicitário’ com foto deles próprios no McDonald’s para pedir representatividade

Jevh e Christian ao lado do pôster que produziram e penduraram no McDonald's: 'Não havia asiáticos' nas peças publicitárias, diz ele

Jevh e Christian ao lado do pôster que produziram e penduraram no McDonald’s: ‘Não havia asiáticos’ nas peças publicitárias, diz ele @Jevholution

Enquanto comia seu lanche em um McDonald’s de Houston, no Estado americano do Texas, o estudante universitário Jevh Maravilla começou a prestar atenção nas fotos publicitárias que adornavam as paredes da lanchonete. E percebeu que não se sentia representado pelas imagens.

“Não havia nenhum asiático”, conta Maravilla, americano de origem filipina de 21 anos.

Para mudar isso, ele recrutou a ajuda de seu amigo Christian Toledo. A missão: fazer um pôster deles próprios e pendurá-lo na parede do McDonald’s, sem chamar atenção.

“Todos merecemos igualdade, e todas as raças merecem reconhecimento”, opina. “Não sei por que o marketing do McDonald’s não inclui asiáticos, mas, em geral, na mídia, homens asiáticos não são representados como masculinos, e as mulheres asiáticas são retratadas apenas como bonitinhas.”

O primeiro passo da missão foi produzir o pôster. Eles decidiram que fotografariam a si próprios como se fossem estudantes.

“Tiramos uma foto na parte externa do centro comunitário do bairro, enquanto uma aula de zumba ocorria lá dentro”, conta Jevh.

Eles então editaram a imagem para acrescentar os elementos visuais que geralmente estão presentes nas peças publicitárias da rede de lanchonetes.

Jevh se disfarçou de funcionário e pendurou o pôster sem chamar atenção

Jevh se disfarçou de funcionário e pendurou o pôster sem chamar atenção @Jevholution

Depois disso, era hora de partir para a ação, e mais três amigos foram recrutados: um para gravar a brincadeira e dois para ajudar a pendurar o pôster.

Jevh se “disfarçou” usando um uniforme velho do McDonald’s com um crachá que dizia “Jeff Bergara, coordenador regional”.

Dentro da lanchonete, eles identificaram uma parede vazia. O desafio era pendurar o pôster ali sem serem percebidos. Os amigos decidiram esperar cerca de uma hora, até que o movimento diminuísse – e rapidamente colaram a imagem na parede, sem que ninguém mais notasse.

“Eu estava muito, muito nervoso”, admite Jevh.

“Colocamos fita adesiva na parte de trás do pôster para que ele pudesse ser facilmente retirado. Não queríamos vandalizar o restaurante.”

Mas ninguém retirou o cartaz dali: ele ocupa a parede de um McDonald’s de Houston desde que foi colocado, em 13 de julho.

Os pais de Jevh também tiraram foto com o pôster, que segue na parede meses após ter sido pendurado

Os pais de Jevh também tiraram foto com o pôster, que segue na parede meses após ter sido pendurado @Jevholution

Representatividade

Embora o plano tenha sido uma grande brincadeira, Jevh afirma que a ideia por trás é séria – discutir a representação dos asiáticos na sociedade, na publicidade e até no cinema americanos.

“Na minha infância, só via asiáticos em filmes em papéis de lutadores de artes marciais ou coadjuvantes engraçados”, critica.

Jevh e Christian tiraram fotos de si mesmos ao lado do pôster, e as imagens já foram compartilhadas cerca de 160 mil vezes no Twitter.

Ele também fez um vídeo no YouTube, assistido por milhares de pessoas.

À imprensa local, a franquia do McDonald’s em Houston disse em comunicado: “Temos orgulho em ressaltar a diversidade em todos os aspectos do nosso restaurante. Aplaudimos a criatividade dos estudantes e esperamos vê-los de novo.”

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: