Anúncios

Longe da crise, mercado pet oferece de creches a alimentos naturais em Campinas

'Sua Chance': cresce mercado de produtos e serviços voltados para animais de estimação

‘Sua Chance’: cresce mercado de produtos e serviços voltados para animais de estimação

Creche, pet táxi e até venda de alimentos naturais são serviços que têm conquistado o mercado de animais de estimação. Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Produtos para esse setor (Abinpet), o segmento faturou cerca de R$ 18,9 bilhões em 2016, sendo que o ramo alimentício concentra 67,3% do faturamento. Segundo a EPTV, afiliada da TV Globo, a cidade de Campinas (SP) abriga a primeira loja no país focada em produtos naturais para pets.

Com o comércio de produtos feitos a base de abóbora, batata doce e farinhas ricas em fibras, o sócio proprietário do local, Márcio Tonelli, destaca a importância da alimentação para os animais.

“A alimentação passa a ser tão importante quanto é para o tutor, para a família, para os filhos. Não se discute mais isso, já é uma realidade”, afirma. Veja esse e outros exemplos no vídeo, acima.

Creche de Campinas tem como prioridade fazer os animais gastarem energia (Foto: Reprodução/EPTV)Creche de Campinas tem como prioridade fazer os animais gastarem energia (Foto: Reprodução/EPTV)

Creche de Campinas tem como prioridade fazer os animais gastarem energia (Foto: Reprodução/EPTV)

Para o sócio de uma creche para cães e gatos Fernando Sanches, além de cuidar dos animais, o local tem como objetivo fazer os pets gastarem energia com jogos e brinquedos.

“E a gente gasta [energia] junto com eles. É piscina, bolinha, recreação entre eles mesmos, o que eles quiserem. E o tempo voa aqui durante o dia, a gente nem percebe, é muito bom”, destaca Sanches.

Os serviços para pets faturaram o equivalente a 16,8% de todo o mercado em 2016, segundo a Abinpet.

“A gente vê os donos começando a se preocupar mais com os cães, principalmente com os cães pequenos, que estão em um ambiente fechado o tempo todo”, diz Ricardo Sanches, sócio da empresa.

Segmento de serviços para pets teve lucro de 16,8% em 2016 (Foto: Reprodução/EPTV)Segmento de serviços para pets teve lucro de 16,8% em 2016 (Foto: Reprodução/EPTV)

Segmento de serviços para pets teve lucro de 16,8% em 2016 (Foto: Reprodução/EPTV)

Como uma opção à carreira de vendedor, Renato Galvão decidiu apostar no táxi para animais de estimação. Ele busca e leva os pets conforme combinado com os donos, que encontram, no serviço, comodidade e segurança.

“Levo eles para creche, hotelzinho, veterinário, para fazer exames em laboratório, às vezes até para o aeroporto em viagens”, destaca Galvão, que faz em média 30 atendimentos por semana.

Para o médico Thiago Mattosinho, o serviço é essencial ao menos três vezes por semana. “Ganha bastante tempo e tira a preocupação, porque sabemos que elas vão com segurança e voltam com segurança”, conta.

Táxi leva animais para creche, hotéis, veterinário e até exames em laboratório (Foto: Reprodução/EPTV)Táxi leva animais para creche, hotéis, veterinário e até exames em laboratório (Foto: Reprodução/EPTV)

Táxi leva animais para creche, hotéis, veterinário e até exames em laboratório (Foto: Reprodução/EPTV)

Anúncios

Deixe uma resposta