Manifestantes seguem ocupando sede da Secretaria da Cultura em SP

Grupo quer a saída do secretário André Sturm.

Os manifestantes afirmam que só sairão do prédio após o afastamento do secretário. “Em síntese, a gente tenta diálogo com esse secretário desde o início da sua gestão”, explica uma das participantes do protesto.

Guardas-civis acompanham o protesto dentro do edifício e, segundo a corporação, foi feito um trato com os manifestantes para as atividades na sede continuarem ocorrendo normalmente. “O acordo é que não tenha nenhuma desordem pública. É o que está acontecendo, então nós vamos manter nossa parte, que é fazer a segurança do patrimônio e a segurança deles”, disse um agente.

A Prefeitura enviou nesta quarta-feira (31) o secretário especial de Relações Governamentais, Milton Flávio, para negociar o fim do ato. Ele se reuniu com representantes dos movimentos e avisou que a saída do secretário André Sturm “não está na pauta do Prefeito”. Uma nova reunião entre Flávio e os manifestantes está marcada para as 8h desta quinta-feira.

Sturm deixou o prédio logo depois da ocupação, por volta das 16h. Em nota, a Secretaria de Cultura lamentou a “invasão de sua sede”. Ainda de acordo com o texto, os funcionários “foram surpreendidos por ruidosos gritos de um grupo de pessoas que tomou o saguão do 11º andar e iniciou a invasão do gabinete”.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: