Mito ou verdade: somar fatores diferentes de protetor solar aumenta a proteção?

Foto: Divulgação

Folha Vitória

Folha Vitória Folha Vitória

Recomenda-se a reaplicação do filtro solar a cada 2 horas ou após longos períodos de imersão na água. 

A Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) recomenda o uso de filtro solar com fator de proteção de no mínimo 30 FPS. Existem pessoas que resolvem somar os fatores para conseguir uma proteção mais alta. Um exemplo é misturar um filtro solar fator 15 a um fator 30 para conseguir um de 45. Mas será que isso realmente funciona? A dermatologista Ivana Garcia responde:

“Não. Não adianta a gente utilizar dois protetores solares com diferentes fatores para tentar aumentar esse a proteção. Porque, na verdade, esse índice é calculado e é determinado pela quantidade de protetor solar que é passada no corpo. Então se você quer realmente ter uma eficácia daquele protetor, o ideal é você usar o mesmo protetor solar em uma quantidade grande. Mas não adianta utilizar dois protetores ou duas marcas dos protetores diferentes com mesmo fator. Ele não vai ser somado -esse fator de proteção”, afirmou a dermatologista. 

De modo geral, recomenda-se a reaplicação do filtro solar a cada 2 horas ou após longos períodos de imersão na água. É importante reaplicá-lo 15 a 30 minutos antes da exposição sol. É fundamental aplicar uma boa quantidade do produto, o equivalente a uma colher de chá, para rosto, cabeça e pescoço. Para o corpo, a medida seria o correspondente a três colheres de sopa.

Além do protetor, é indicado o uso de barreiras físicas, como roupas, chapéus, óculos com lentes com proteção UV e guarda-sol. A proteção labial deve ser feita com balm, com protetor solar com FPS 30 no mínimo. O dermatologista é o profissional indicado para receitar o melhor tipo de produto para cada pessoa, sempre considerando as necessidades e particularidades da pele.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: