Movimento indígena do Equador aceita dialogar com governo

Movimento aceitou dialogar com governo

Movimento aceitou dialogar com governo REUTERS/Henry Romero/12.10.2019

O movimento indígena do Equador, grupo que lidera os protestos contra as medidas econômicas adotadas pelo governo a pedido do Fundo Monetário Internacional (FMI), aceitou neste sábado (12) a proposta de diálogo feita pelo presidente do país, Lenín Moreno.

A onda de protestos que já se estende por dez dias começou após a entrada em vigor de um decreto executivo que eliminou o subsídio estatal sobre combustíveis, uma das medidas estabelecidas em um acordo de crédito de US$ 4,2 bilhões firmado entre o governo e o FMI.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: