Navio-Escola: visitação gratuita no Porto de Vitória resulta em fila de mais de 250 metros

Foto: Gustavo Fernando

Folha Vitória

Folha Vitória Folha Vitória

Nem o forte calor deste domingo (6) foi capaz de afastar o público que desejava conhecer o Navio-Escola “Brasil”, da Marinha do Brasil, aberto para visitação gratuita no Porto de Vitória. A visita, que começou às 14h30, resultou em uma fila de mais de 250 metros. 

Apesar da visitação atrair um grande número de pessoas, a expectativa é que pouco mais de 1.500 consigam conhecer de perto a rotina dos marinheiros e do navio-escola. 

Para aguentar a longa espera, que ultrapassou às duas horas, turistas e moradores da Grande Vitória tinham a disposição um vasto cardápio disponibilizado por vendedores ambulantes, que aproveitaram a oportunidade para lucrar. Um deles é Carlos Silva. Com a ajuda do forte calor, o objetivo do vendedor era comercializar mais de 300 garrafinhas de água. Para isso, chegou ao local às 13h30 e garante que irá ficar até o fim da visitação.

Longa Fila

Uma das primeiras da fila, a vigilante Vanilda Ferreira, que estava acompanhada da família, elogiou o passeio: “Essa foi a minha primeira vez que vi um navio de perto. Valeu a pena”. 

O visitante Eduardo Vieira dos Santos chegou a região do Porto de Vitória às 14 horas. Com mais de duas horas na fila, e na companhia da esposa, filhos e sobrinhas, ele garante que o tempo de espera é válido para um passeio fora da rotina.

Foto: Gustavo Fernando

Folha Vitória

Folha Vitória Folha Vitória

Segundo um dos oficiais da Marinha, que preferiu não se identificar, nem todo mundo iria conseguir realizar a visita. Com isso, vários oficiais e soldados eram responsáveis pelo controle da visitação e demarcaram um limite. O público que chegou após a demarcação não tinha a garantia de conseguir conhecer o navio-escola. 

Um deles é o morador do bairro Ilha de Santa Maria, em Vitória, Philype Cosme Corrêa que, acompanhado da esposa e filha, estava na fila a mais de uma hora e trinta, mas metros após a área delimitada. “Essa é a primeira vez que viemos. Como estamos bem próximos da área delimitada vamos arriscar. Acho que dá para conseguir participar da visitação”. 

Navio-Escola “Brasil”

A estadia no Porto de Vitória faz parte da comissão de passagem de função à nova tripulação do navio, que realizará a 33ª Viagem de Instrução de Guardas-Marinha (VIGM), que tem os propósitos de complementar, com ênfase na experiência prática, a formação dos futuros Oficiais da Marinha do Brasil. Ao término da viagem, os Guardas-Marinha serão nomeados Segundos-Tenentes e distribuídos por todo o País, nos diversos navios e organizações militares da Marinha.

O Navio-Escola “Brasil” foi construído pelo Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro, a partir de um projeto desenvolvido pela Diretoria de Engenharia Naval, ambos órgãos da Marinha do Brasil. Sua construção foi iniciada em setembro de 1981 e, após dois anos, no dia 23 de setembro de 1983, o navio foi lançado ao mar, tendo sido incorporado à Marinha em 21 de agosto de 1986. 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: