No Japão, tufão já causou 9 mortes e deixou ao menos 300 feridos

Em Nishinomiya, barcos foram arrastados pelo tufão Jebi

Em Nishinomiya, barcos foram arrastados pelo tufão Jebi Reprodução Twitter – @R10N_SR/via Reuters/4.9.2018

O número de mortos pela passagem do tufão Jebi pelo Japão subiu para 9, informa a agência de notícias japonesa NHK.

Outras 300 pessoas foram feridas, especialmente no desabamento de casas e edifícios provocado pelos fortes ventos que atingem cidades japonesas.

O Jebi está sendo considerado o pior tufão a atingir o país em 25 anos. Em algumas áreas, o nível das marés é o mais alto desde um tufão em 1961.

Cerca de 1 milhão de pessoas foram alertadas para deixarem suas casas por conta dos riscos de inundações e desabamentos.

Em Nishinomiya, os canais do porto foram invadidos por ondas fortes. Barcos foram carregados pela correnteza e os ventos do tufão Jebi.

Na província de Osaka, um navio-tanque foi sacudido pelo vento e se chocou com uma ponte. O resgate dos 11 membros tripulação foi dificultado porque, no acidente, um cano de gás se rompeu e havia risco de explosão.

Também em Osaka, as águas cobriram as pistas do Aeroporto Internacional Kansai. Mais de 600 voos foram cancelados e estima-se que 3 mil pessoas estão retidas, sem conseguir deixar a cidade.

Partes dos prédios do terminal do aeroporto estão sem energia e os passageiros têm dificuldades para usar telefones celulares.

O tufão deve chegar a Tóquio na quarta-feira, mas a agência de meteorologia do país acredita que ele poderá perder força até atingir a capital.

Veja imagens da passagem do tufão Jebi pelo Japão:

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: