Órgãos de cantor sertanejo serão doados e velório deve ocorrer no domingo

Ramon Alcides

Ramon Alcides Gazeta Digital

Os familiares de Ramon Alcides, 25, que morreu nesta sexta-feira (28) após ser atropelado quando saia da casa noturna Valley Pub, decidiram “realizar o desejo” do cantor sertanejo de ser doador de órgãos. Com isso, o velório do rapaz está previsto para acontecer no domingo (30).

 

As informações sobre a doação de órgão foi publicada na mesma rede social usada para divulgar a “vaquinha” realizada em prol de Hya Girotto, 21, que estava junto de Ramon e de Myllena Inocêncio, 22, quando foram atropelados pela professora Rafaela Screnci, 33. Myllena morreu na hora e Hya está internada em estado grave. 

 

De acordo com a postagem, a equipe médica, responsável por recolher os órgãos doados em todo o Brasil, estão a caminho para fazer o procedimento.

 

Como o “protocolo é demorado”, o procedimento fúnebre também será adiado e deve ocorrer no domingo. Ainda não há informações sobre o local do velório.

 

 

 

O caso

 

De acordo com informações da Delegacia de Delitos de Trânsito (Deletran), a condutora da caminhonete trafegava pelo sentido bairro-centro quando atingiu os pedestres. Eles foram socorridos pela equipe médica do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhados para o Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá.

 

Rafaela se negou a fazer o teste de bafômetro e foi encaminhada para o Instituto Médico Legal (IML) para fazer exames clínicos e, em seguida, conduzida para Central de Flagrantes para medidas criminais e administrativas.

 

A suspeita ganhou liberdade na última segunda-feira (24) após passar por audiência de custódia. Conforme decisão do juiz Jeverson Quinteiro, Rafaela deve pagar fiança estabelecida em R$ 9,5 mil. Como medida cautelar, ela teve a Carteira de Habilitação (CNH) recolhida, deve comparecer mensalmente em juízo e se recolher rotineiramente nos períodos noturnos e aos finais de semana.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: