Anúncios

Paulo Bernardo: “Só peguei carona”

O ministro das Comunicações afirma na Câmara que utilizou avião locado na campanha da mulher ao Senado, mas não se recorda do prefixo da aeronave

Reinaldo Ferrigno

DE CARONA
Paulo Bernardo falou sobre ter pegado carona em aviões particulares durante audiência sobre radiodifusão na Câmara

O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, afirmou nesta terça-feira (23) que pegou carona em aviões usados pela campanha da sua mulher ao Senado, a atual ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann. Paulo Bernardo disse, entretanto, que não se lembra dos prefixos das aeronaves. “A campanha providenciava avião, mas eu não fui candidato. […] Eu não fui candidato, não tenho prestação de conta alguma. Eu só peguei carona””, afirmou o ministro.

O ministro foi questionado por deputados sobre ter usado ou não aviões de empreiteira depois de reportagem de ÉPOCA que mostrou que Paulo Bernardo não respondeu se já viajou em algum jato particular desde que assumiu seus cargos (Paulo Bernardo foi ministro do Planejamento no governo Lula). 

Bernardo disse, ao ser questionado pelo deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS), que conhecia um dos sócios da empreiteira “há muito tempo”. “Eu conheço o sócio da empresa. Quando foi feita a liberação dos recursos para a obra, houve inclusive uma festa e eu participei. Um dos sócios eu conhecia há muito tempo. Eu sou muito prudente nestas respostas. Eu já peguei carona em campanhas. Agora, eu não tenho a mínima idéia do prefixo do avião que o sócio tem. Eu viajo de avião de carreira e andei na campanha não de jatinho, de avião pequeno. Não era um jatinho, era um avião pequeno”, afirmou.

Paulo Bernardo foi convocado pela Subcomissão de Rádio Digital da Câmara dos Deputados para falar sobre radiodifusão.

LY

Saiba mais
Anúncios

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: