Petroleiros fazem ato na porta da Replan, em Paulínia, contra possível privatização


De acordo com organização, ato foi convocado após rumores de visita de pessoas ligadas a possível privatização. Organização estima que 400 pessoas tenham participado do ato
Felipe Boldrini/EPTV Um grupo de funcionários da Replan, localizada em Paulínia (SP), se reuniu na manhã desta quinta-feira (31) em um ato contra a possível privatização da Petrobras. O protesto foi convocado pelo Sindicato dos Petroleiros do Estado de São Paulo (SindiPetro SP) após rumores de que um grupo de possíveis compradores faria uma visita à refinaria.
O ato começou por volta das 7h e terminou às 9h. Os funcionários ficaram concentrados na entrada da refinaria, convocando aqueles que chegavam a participar. De acordo com o sindicato, 400 pessoas participaram do ato. A Guarda Municipal não chegou a ser acionada para prestar apoio.
De acordo com a Petrobras, não há nenhuma visita prevista para esta quinta na refinaria, que deve operar normalmente.
Veja mais notícias da região no G1 Campinas

%d blogueiros gostam disto: