Pratos congelados com comida caseira caem na graça do povo

Foto: Reprodução / TV Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória Folha Vitória

A correria diária entre trabalho, estudos, trânsito e todas as variáveis da rotina, têm feito muita gente adotar a praticidade na hora da refeição. Assim, cresce o mercado de pratos congelados de marmitas saudáveis, até mesmo de sabor caseiro, preparados por chef renomado que está investindo na área.

Incentivar o consumo da comida caseira é o que pretende Juarez Campos, com criação de uma linha de pratos individuais congelados. “Percebi as pessoas comendo muito lanche de noite, muito pão, muita coisa, e eu queria que tivesse uma comidinha gostosa. Você chegou em casa, trabalhou o dia inteiro, ninguém tem disposição para cozinhar”. 

Em breve, os pratos do chef Juarez Campos estarão nos supermercados da Grande Vitória. Mas, nesta sexta-feira (11), ele promoveu uma degustação em um mercado da Praia do Canto, em Vitória. Quem provou, aprovou. “Realmente é muito gostoso e muito prático”, garante a aposentada Gilda Campos.

Os pratos serão produzidos por uma empresa de alimentos de Vitória, que passou por um longo treinamento para manter o tempero da família do chef, sem o uso de conservantes.

Marmitas

Pela internet, é possível consultar o cardápio com fotos. A analista de compras Bianca Queiroz escolhe o que vai comer durante a semana, no almoço. As marmitas chegam congeladas na casa dela. “Eu deixo ela congelada e trago uma por dia para o trabalho. Bem mais prático, bem mais fácil, só esquento e como. É ótimo”.

Ela passa 10 horas por dia no trabalho e o tempo que sobra é curto. Por isso, prefere comprar as refeições. “Comida caseira mesmo, feita à mão e com carinho. Geralmente as empresas já fazem isso pensando em você comendo, comendo algo bom e saudável. É um cardápio personalizado, você escolhe o que quer comer. Eles disponibilizam um cardápio para a semana e você fala ‘eu quero x, y, z, do seu jeitinho, do seu gosto e você come feliz”.

Tâmara é quem fornece as marmitas para a Bianca. No total, ela possui cerca de 100 clientes espalhados pela Grande Vitória, que consome comida saudável.

Estava desempregada e não estava conseguindo emprego. Comentei com uma amiga minha que ia fazer estrogonofe e arroz. Ela perguntou porque eu não faria algo saudável e comecei a fazer. Deu super certo”, afirma a autônoma Tâmara Raíza dos Santos.

O tempo do almoço é curto. Priscila Malagutti poderia fazer um lanche, mas prefere comer as marmitas na loja onde trabalha, em Cariacica. Já garantiu também as do fim de semana. “Isso aqui é uma mão na roda para mim. Ela vem e entrega, às vezes vem o motoboy. Vem tudo fresquinho. Eu chego em casa nesse cansaço, essa loucura de comércio que é em Campo Grande, então, é muito prático”.

Com informações da repórter Fernanda Batista!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: