Presidente do Banco Mundial, Jim Yong Kim pede demissão

Jim Yong Kim deixa Banco Mundial a partir de 1 de fevereiro

Jim Yong Kim deixa Banco Mundial a partir de 1 de fevereiro Mike Blake / Reuters – 1.5.2018

O presdidente do Banco Mundial, Jim Yong Kim, pediu demissão nesta segunda-feira (7). O anúncio foi considerado inesperado e deixa o sistema de cooperação internacional em alerta.

Kim deixa o cargo a partir do dia 1 de fevereiro, mais de três anos antes do final de seu segundo mandato à frente da instituição.

Veja também: Banco Mundial perde credibilidade por manipulação de dados do Chile

O Banco Mundial já anunciou que a executiva-chefe da instituição, Kristalina Georgieva, assumirá interinamente o posto.

De acordo com o site britânico The Guardian, fontes próximas a Kim afirmam que a decisão de deixar a presidência do Banco Mundial foi feita por motivos pessoais. Ao deixar a instituição, ele assume uma posição em uma grande empresa de infraestrutura no setor privado.

“Foi uma grande honra servir como presidente desta improtante instituição, repleta de indivíduos apaixonadamente dedicados à missão de acabar com a pobreza extrema no mundo”, disse Kim em uma declaração publicada nesta segunda-feira.

 

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: