Professora impedida de assumir cargo por ser obesa consegue na Justiça direito de dar aula

Foto: Reprodução/Record TV

Folha Vitória

Folha Vitória Folha Vitória

A professora Mariana Justulin vai assumir seu cargo após uma batalha de quase cinco anos. A polêmica começou quando Mariana foi aprovada em um concurso público da rede estadual, mas não foi autorizada a começar a dar aulas por ser considerada obesa. O caso aconteceu na cidade de Boracéia, que fica a 339 km de São Paulo.

Segundo o governo, Mariana não poderia exercer sua função pois a obesidade é uma doença crônica. A informação foi publicada no Diário Oficial.

De acordo com a advogada Claudia Abud, especialista em direito do trabalho, nenhuma empresa ou órgão pode impedir uma pessoa de trabalhar por conta de doenças, caso essa condição não a impeça de realizar a função designada.

O primeiro pedido de liminar foi negado em 2014. Em 2016 ocorreu o primeiro julgamento e a primeira vitória, mas o Estado recorreu. Um segundo julgamento foi realizado em maio deste ano e a professora saiu vitoriosa novamente. O prazo para entrar com recurso expirou e a Justiça determinou que o Governo cumpra o que foi decidido.

*Com informações do Portal R7

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: