Proibida de fazer shows, MC Loma comemora aprovação na escola

Mc Loma

Mc Loma Gazeta Digital

Proibida de fazer shows, MC Loma comemorou a aprovação na escola em um post no Instagram. Os problemas começaram quando a cantora, de 15 anos, foi impedida de se apresentar pelo Ministério Público da Paraíba, em agosto de 2018, por não estar matriculada em uma instituição de ensino.

 

Depois da polêmica, Loma se matriculou em um colégio público de São Paulo, e chegou a ser alvo de críticas por escolher a rede pública.

 

— Primeiramente quero dizer que Deus é maravilhoso na minha vida e agradeço muito a ele por ouvir minhas orações e a das meninas. Falaram que eu não queria estudar, que eu me recusei a estudar, enquanto eu queria sim e eu corri atrás sim de estudar! Eu só tive que ficar calada e escutar, porque os verdadeiros só abrem a boca para falar com provas. Passei de ano com muito esforço e não aguento de felicidade. Me dediquei muito, corri muito atrás. Pois foi difícil conseguir, entrei tarde na escola por causa de tantas coisas que aconteceram em minha vida.

“Mainha foi muito cobrada na época sem ter culpa, porque estava em Recife. Foi quando eu pedi socorro a minha a ela, que largou a vida dela, pessoal e profissional, vindo ficar comigo em São Paulo, pediu ajuda aos meus tios e me matriculou na escola… só eu sei o desespero e toda dificuldade que minha mãe passou junto com a gente.”, desabafou.

 

“Um conselho para todos você que tem sonhos à se realizar: a escola é essencial. É importante manter os pés no chão, honrar a Deus em primeiro lugar, honrar seu pai e sua mãe que a vitória vem! Agora estou curtinho minhas férias, feliz da vida, com a mente tranquila, perto das pessoas que eu amo”, concluiu a cantora.

 

Apesar de estar estudando, Loma ainda não pode voltar aos palcos. A cantora e as Gêmeas Lacração, Mariely e Mirella Santos, que se apresentavam com ela, estão processando a Start Music e os antigos empresários. Em tese, o contrato continua e elas não podem se apresentar sem a autorização da empresa, até a sentença do processo sair.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: