Protestos marcam audiência com indicado de Trump à Suprema Corte

Manifestante é retirada de área do Senado

Manifestante é retirada de área do Senado Reuters/Joshua Roberts/04-09-18

As sabatinas para a aprovação do indicado do presidente Donald Trump à Suprema Corte dos Estados Unidos, Brett Kavanaugh, de 53 anos, tiveram início nesta terça-feira (4), em Washington, cercadas de protestos, em função do caráter conservador da indicação.

Os protestos foram realizados em sua maioria por mulheres, dentro e fora da própria sala de audiências do Senado, causando tumultos que culminaram com a retirada forçada de manifestantes.

A revolta com a indicação, ocorrida em julho último, é em função da possibilidade de Kavanaugh, que sibstitui Anthony Kennedy, prestes a se aposentar, rever a posição da Corte em temas como aborto e casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Caso ele seja aprovado, após quatro dias de sabatinas, a Suprema Corte tenderá a ter uma postura mais conservadora, com cinco juízes indicados pelos republicanos, contra quatro indicados pelos democratas.

Outro ponto que gerou contrariedade foi o fato de a Casa Branca ter bloqueado documentos relacionados à atuação de Kavanaugh, principalmente nos tempos em que trabalhou para o governo de George W. Bush.

Por outro lado, ele teria liberado os outros documentos apenas nos últimos instantes da segunda-feira (3), dando pouco tempo para a análise do material. Tais iniciativas deixaram irritados os membros democratas do Senado, que até tentaram adiar a sabatina.

Veja a galeria:

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: