Rio Nhamundá é rico em tucunarés e jacundás na região amazônica

Tucunarés de diferentes tipos enriquecem a pescaria. (Foto: Carlos Alberto Coutinho/TG)Tucunarés de diferentes tipos enriquecem a pescaria. (Foto: Carlos Alberto Coutinho/TG)

Tucunarés de diferentes tipos enriquecem a pescaria. (Foto: Carlos Alberto Coutinho/TG)

Na divisa entre Pará e Amazonas está o rio Nhamundá. O nome também deu origem à ilha de Nhamundá, onde tudo que entra e sai vem do rio.

A localidade, com pouco mais de 20 mil habitantes, recebe visitantes do Brasil inteiro para o festival de pesca do tucunaré. A equipe viaja três horas até o alto do rio em busca dos grandes peixes e, com a ajuda de ribeirinhos, encontram os melhores pontos.

Trechos rasos e passagens complicadas são os maiores desafios para os repórteres, mas a possibilidade de encontrar tucunarés-paca faz a aventura valer a pena. Tucunaré-amarelo e o jacundá também são fisgados.

A equipe acompanha ainda uma noite de trabalho dos ribeirinhos que vivem da pesca de peixes ornamentais. São várias espécies de acarás e a coleta é autorizada pelo Ibama.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*