Sequência como visitante desafia invencibilidade do Palmeiras em 2018

Depois de seis vitórias seguidas e mais um empate, com o Linense, o Palmeiras terá pela frente três jogos consecutivos como visitante para testar a força do time. A série mais complicada até agora no ano começa neste domingo, diante da Ponte Preta, em Campinas, inclui um clássico com o Corinthians, pelo Campeonato Paulista, e termina na estreia pela fase de grupos da Copa Libertadores.

+ Equipe deve trocar de fornecedor de material esportivo

+ Ponte Preta lamenta prejuízo por não poder receber palmeirenses

A equipe do técnico Roger Machado é o time da Série A com melhor aproveitamento (90%) até agora no início de temporada. O Palmeiras construiu a sequência invicta com vitórias convincentes pelo Estadual, inclusive no clássico com o Santos, vencido por 2 a 1. Pela primeira vez no ano o time jogará três vezes seguidas fora de casa.

Contra a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli, a equipe reencontra o algoz da eliminação na semifinal do ano passado. Depois, no outro sábado, o clássico com o Corinthians, em Itaquera, reúne o time com um rival que causou três derrotas em três encontros no ano passado. Logo depois será a vez de viajar ou para Paraguai ou para a Colômbia para fazer a estreia na Libertadores diante do vencedor do confronto entre Guaraní e Junior Barranquilla.

Após o tropeço no Allianz Parque, na quinta-feira, quando empatou por 2 a 2 com o Linense, o time explicou que o resultado trouxe lições para essa sequência. “Faz parte a situação de não obter vitórias. Somos seres humanos, é ver o que erramos para não repetir, mas o Palmeiras segue no ritmo de não perder, que é o mais importante”, disse o volante Felipe Melo.

Os três jogos difíceis fora de casa serão um teste em especial para Jailson. O goleiro acumula 28 partidas seguidas sem perder, a quarta maior da história de um jogador do clube. A última derrota dele foi em setembro de 2016, diante do Grêmio, em Porto Alegre, pelo confronto de ida das quartas de final da Copa Brasil.

“O resultado (com o Linense) foi importante para a gente entender que não tem bobo no futebol, para entendermos que não somos melhores do que ninguém”, disse Felipe Melo. “O trabalho que está sendo feito é o mesmo que se iniciou no início do ano passado. Óbvio que ter uma sequência dá ritmo, confiança e é importante. E com o time ganhando ajuda bastante”, comentou.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: