Anúncios

Servidores da Eletrobras paralisam atividades por 72 horas no Amapá


Ato também ocorre em outras cidades a partir desta segunda-feira (11). Categoria é contra privatização de empresas do setor. Servidores da Eletrobras paralisam atividades por 72 horas no Amapá
Stiu-AP/Divulgação
Funcionários da concessionária de energia do Amapá, a Centrais Elétricas do Norte do Brasil S.A. – Eletronorte, subsidiária da Centrais Elétricas Brasileiras S.A. – Eletrobras, aderiram à paralisação nacional contra a privatização de empresas do setor e decidiram parar parte das atividades por 72 horas, a partir desta segunda-feira (11).
A paralisação também ocorre em outras cidades do Brasil. Os urbanitários são contra o anúncio de privatização feito pelo presidente Michel Temer.
De acordo com um dos diretores do Sindicato dos Trabalhadores de Indústrias Urbanas do Estado do Amapá (Stiu-AP), Jedilson Oliveira, cerca de 85% dos mais de 140 funcionários estão paralisados, mas sem alterar atividades emergenciais e essenciais.
Ato iniciou nesta segunda-feira (11), em Macapá
Stiu-AP/Divulgação
“Aderimos à paralisação nacional, mantendo serviços essenciais. O governo quer acabar com as empresas públicas, e a nossa luta é grande contra isso”, disse Oliveira.
Um grupo de urbanitários se reuniram em um ato em frente a sede da empresa na Avenida Antônio Coelho de Carvalho, no bairro Santa Rita, na Zona Sul de Macapá. Os manifestantes deve continuar com atos no mesmo local, na terça-feira (12) e na quarta-feira (13).
O G1 tenta contato com a empresa.
Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!

Anúncios

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: